Criação da Guarda Municipal vira principal meta na segurança em Joinville - Política - A Notícia

Vers?o mobile

 
 

Promessômetro28/06/2013 | 16h25Atualizada em 03/01/2014 | 14h11

Criação da Guarda Municipal vira principal meta na segurança em Joinville

Prefeitura promete implantação e formação dos profissionais a partir do ano que vem

Criação da Guarda Municipal vira principal meta na segurança em Joinville 1/Agencia RBS
Joinville deve ganhar mais 200 câmeras de vigilância através de recursos do governo do Estado Foto: 1 / Agencia RBS

A reforma administrativa que o prefeito Udo Döhler lançou no início de seu governo marcou também a criação da Secretaria de Segurança Pública e Proteção Civil, dando o primeiro passo para a formação da Guarda Municipal em Joinville. O próximo passo para a Guarda deve ser dado em breve, com a abertura de concurso público para a contratação dos primeiros agentes.

A Prefeitura ainda aguarda para os próximos meses a liberação de recursos do governo do Estado para a compra de câmeras de vigilância e tem pleiteado por mais investimentos do Executivo estadual na área.

Ampliação do sistema de vigilância por câmeras.
O que diz a Prefeitura:
em andamento.
Contraponto: Estabelecido convênio com Governo do Estado para instalação de 200 câmeras de vigilância devem ser instaladas em Joinville. e seis postos de monitoramento, cinco da Polícia Militar e um, integrado, da Secretaria de Proteção Civil e Segurança Pública.

Criar a Guarda Municipal de Joinville.
O que diz a Prefeitura:
 Guarda está legalmente criada. Lei foi aprovada pela Câmara e sancionada pelo prefeito. Começa a funcionar no próximo ano.
Contraponto: embora a lei que criou a Secretaria de Segurança Pública e Proteção Civil — e, com isso, a possibilidade de criação da Guarda — tenha sido aprovada, os profissionais ainda não foram contratados por meio de concurso público. Um estudo da própria pasta considera que serão necessários seis meses para o treinamento dos funcionários. 

Investir em iluminação pública, especialmente em áreas onde há escolas, postos de saúde, PAs.
O que diz a Prefeitura:
em andamento.

Conseguir, junto ao governo do Estado, o aumento do efetivo de segurança pública e privada.
O que diz a Prefeitura:
discussão permanente com o comando da PMSC e da Polícia Civil.
Contraponto: o cumprimento da promessa ainda depende de concurso público que está sendo realizado pelo governo do Estado.

Melhorar as condições de trabalho da Defesa Civil.
O que diz a Prefeitura:
Investimento em capacitação de todos os agentes e servidores da Defesa Civil, integração da Defesa Civil Municipal ao Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alerta), entre outras melhorias.
Contraponto: nos últimos meses, a Prefeitura vem comprando, aos poucos, mais equipamentos para a atuação da Defesa Civil. A ideia é ter uma estrutura mais encorpada já no próximo ano, atuando em conjunto com a guarda municipal.

Criação do Conselho Municipal de Segurança, integrado aos Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs).
O que diz a Prefeitura:
Criado Conselho Municipal Antidrogas e integradas ações da Prefeitura, por meio da Secretaria de Proteção Civil e Segurança Públcia, junto à Associação de Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs).
Contraponto: antes de realizar essa promessa, a Prefeitura ainda terá que efetivar a guarda municipal. A ideia é que os conselhos comunitários de segurança trabalhem em conjunto com a guarda municipal.

Fortalecer os Bombeiros Voluntários.
O que diz a Prefeitura:
Município defende a atuação dos Bombeiros Voluntários em todas as ocasiões. Em parceria com o Governo do Estado, está investindo R$ 2 milhões na ampliação da sede da corporação, além de desenvolver um trabalho integrado com Defesa Civil e Segurança Pública em relação aos bombeiros.
Contraponto: a Prefeitura vem mantendo todos os convênios com os Bombeiros Voluntários e agora faz pressão em Brasília, onde tramita no Supremo Tribunal Federal uma Ação Direta de Inconstitucionalidade contra a lei que permite que os bombeiros voluntários continuem vistoriando lugares.

Integrar as câmeras do Controle de Tráfego ao sistema de monitoramento da Polícia Militar.
O que diz a Prefeitura:
Implantação de seis bases de video-monitoramento e ampliação da rede de fibra ótica vai permitir integração de câmeras de controle de tráfego em vias urbanas e rodovias da região.

A NOTÍCIA

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaMorre Niki Lauda, ex-piloto da Fórmula-1 https://t.co/1jYI8l8HEUhá 51 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaAposta feita em Santa Catarina ganha R$ 3,1 milhões na Quina https://t.co/A38X5d8t26há 51 minutosRetweet
A Notícia
Busca