Loetz: indústrias miram o mercado externo - A Notícia

Versão mobile

 

Livre Mercado12/10/2017 | 09h50Atualizada em 12/10/2017 | 09h50

Loetz: indústrias miram o mercado externo

Estudo da Fiesc revela que 92% das empresas consultadas pretendem aumentar a participação nos mercados 

  

Estudo da Fiesc, denominado Análise do Comércio Internacional Catarinense 2017 revela que 92% das empresas consultadas pretendem aumentar a participação nos mercados em que atuam ou abrir novos mercados em 2017 e 2018. O documento informa que, de 2015 para 2016, a participação das exportações no faturamento aumentou para metade das empresas ouvidas (50,5%). Para 26,7%, os embarques mantiveram-se estáveis e, para 22,8%, foi menor.

Leia mais colunas de Claudio Loetz.
Leia mais notícias de Joinville e região.  

— Uma participação ativa do comércio internacional permite o acesso à tecnologia de última geração, amplia a escala de produção e permite que as empresas se especializem em bens e serviços que são mais competitivas. Além disso, permite ainda que as empresas atuem num ambiente que é indutor da inovação — afirma o presidente da Fiesc, Glauco José Côrte.

Os custos portuários e aeroportuários, além dos de transporte, somado às paralisações na movimentação e liberação de cargas do Brasil e à carga tributária do País, são os principais entraves às exportações, alertou o líder empresarial.

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaEntenda o efeito dominó do declínio do Joinville nos últimos anos https://t.co/hWLyLwTIL8 #LeianoANhá 9 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJEC e Fluminense estreiam na Copa SC no dia 16 de setembro https://t.co/ue5pkUsLKa #LeianoANhá 9 horas Retweet
A Notícia
Busca