"O PMDB tem três candidatos ao governo", diz Eduardo Pinho Moreira - A Notícia

Versão mobile

Moacir Pereira24/06/2017 | 02h00Atualizada em 24/06/2017 | 02h00

"O PMDB tem três candidatos ao governo", diz Eduardo Pinho Moreira

Confira entrevista com o vice-governador 

"O PMDB tem três candidatos ao governo", diz Eduardo Pinho Moreira Betina Humeres/DC
Foto: Betina Humeres / DC

Confira entrevista com o vice-governador Eduardo Pinho Moreira

Sua expectativa é assumir o governo em 2018?

A renúncia é sempre um ato pessoal. Vai depender do governador. Se ele renunciar a decisão de assumir é minha. É claro que a construção do futuro político-administrativo do Estado passa por estas duas decisões: a dele, de sair, e a minha de assumir. Temos um acordo, mas o tempo é que vai dizer. 

Ele tem confirmado a disposição de renunciar?

Sim, tem reiterado a mim e a outras pessoas que pretende concorrer ao Senado e que vai renunciar ao cargo de governador. Tem dito e repetido isso. Mas a conversa definitiva entre nós não ocorreu, o que é normal. Não anunciaríamos a data que ele vai sair para não atrapalhar as ações de governo. 

O senhor continua costurando a aliança do PMDB com o PSD e o PSDB?

Este é o caminho que deu certo em Santa Catarina. Foram quatro eleições sucessivas com o mesmo grupo político vencendo eleições diretas. Isto nunca aconteceu no Estado. Luiz Henrique e o PMDB  fizeram concessões importantes ao longo desse período, inclusive nas duas eleições do Raimundo Colombo. Manter a coligação é projeto político importante. 

E o cabeça de chapa?

É a única coisa que não se discute no projeto da aliança. O PMDB não vai abrir mão do candidato a governador. 

Com que candidato?

O PMDB é de longe o maior partido do Estado. Vai ter candidato a governador em qualquer cenário ou hipótese. O PMDB tem vários nomes, mas eu me concentraria em três: o meu, pela condição política de 10 anos presidente do partido, vice-governador, devo assumir; o Mauro Mariani, que faz um trabalho importante como presidente do partido;  e o prefeito de Joinville, Udo Döhler, que tem o perfil deste momento, bem identificado com os novos tempos. E não apenas o perfil ideal. Quem conhece a administração do prefeito Udo Döhler percebe a modernidade. É um  gestor competente. Temos três candidatos. As circunstâncias políticas e administrativas é que determinar quem será o candidato. 

Se o cavalo passar encilhado, o senhor monta?

Não posso me excluir. Mas luto pela unidade do PMDB. Tenho repetido isto em todas as regiões do Estado. Imagino que o nome do candidato vai surgir naturalmente em 2018.

 O senhor não citou o nome do senador Dário Berger.

O PMDB já deu ao Dário um mandato de senador, que ele deve cumprir. 

O presidente Michel Temer termina o mandato?

Eu tenho uma ata de reunião da executiva nacional do PMDB em 2010 me expulsando do partido. O Moreira Franco foi o relator do processo de expulsão. O segundo voto foi do Michel Temer, que pediu para ser o segundo. Seguiram-se Romero Jucá, Eduardo Cunha, Geddel Vieira Lima, Henrique Eduardo Alves. Todos eles votaram pela minha expulsão. O único que votou contra foi o deputado gaúcho Darcisio Perondi. Assim, não tenho razão em ser amigo de nenhum deles. Foi a Justiça que me garantiu dentro do PMDB.

E o  futuro?

Vejo com muita dificuldade o futuro de Michel Temer e equipe. A questão crucial: quem seria o sucessor? Se tivéssemos um nome de consenso, atravessaríamos com mais rapidez. Mas acho que se o deputado Rodrigo Maia assumir o compromisso congressual com as reformas a transição seria tranquila. Michel Temer vem perdendo a pouca legitimidade que tinha. E me impressiona que os irmãos Batista estejam soltos. E livres da Justiça, sem serem processados. Isto é algo assustador. Honestamente, não sei qual o rumo para o Brasil.

Acompanhe as publicações de Moacir Pereira

Rodovias travam crescimento de Santa Catarina

Moeda Verde: Condenado a 28 anos de reclusão, empresário Péricles Druck prepara recurso

Ministro das Cidades participa de entrega de residencial do Minha Casa Minha Vida em Blumenau 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPM forma turma de mais de 100 soldados em Joinville https://t.co/xCYLIE5lPq #LeianoANhá 7 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaQuatro catarinenses estão no mesmo pote do sorteio dos jogos da Copa do Brasil https://t.co/RKjgNpLt1a #LeianoANhá 7 horas Retweet
A Notícia
Busca