Loetz: Nova reunião tenta encontrar acordo para cálculo da Cosip - A Notícia

Versão mobile

Livre Mercado21/04/2017 | 06h01Atualizada em 21/04/2017 | 06h01

Loetz: Nova reunião tenta encontrar acordo para cálculo da Cosip

Prefeitura e entidades empresariais se reúnem quinta-feira para entrar em consenso sobre cobrança que deve valer a partir do ano que vem

Será na próxima quinta-feira a reunião entre as entidades empresariais e a Prefeitura para tentarem encontrar acordo para o cálculo de aumento da Cosip. Há uma diferença significativa – mais do que o dobro – entre as planilhas feitas pela Ajorpeme, com base em informações da Celesc e do Executivo municipal. Os contribuintes que consomem entre 500 e mil kWh de energia por mês são os que mais vão pagar. São, exatamente, as micro e pequenas empresas. A OAB acompanha a polêmica e participa do núcleo de debates, junto com Acij, CDL e Acomac e Ajorpeme.

Duas visões
Fernando Honorato Barbosa, economista do Bradesco, e Everton Gomes, do Santander, fizeram palestras para públicos distintos nesta semana. Os prognósticos convergem para a mesma direção, mas as projeções macroeconômicas divergem nos números para 2017. A empresários de Jaraguá do Sul, Barbosa projetou inflação de 3,9%, juros de 8,5% e câmbio de R$ 3,10 no fim deste ano. Em evento da Comex, na Expoville, Gomes imaginou a inflação de 4% a 4,5%, juros em queda expressiva e câmbio na faixa dos R$ 3,40 ao final do ano.

Vice pede grandes eventos
O vice-prefeito Nelson Coelho pediu apoio ao secretário municipal de Turismo e Cultura, Raulino Esbiteskoski, e aos vereadores Fernando Krelling (PMDB) e Ninfo König (PSB) para que a legislação facilite a realização de grandes eventos em Joinville. A fala aconteceu durante o almoço de lançamento da Exposuper, na quarta-feira, na Expoville.

Exposuper
Balneário Camboriú, Blumenau e Florianópolis assediam a Associação Catarinense de Supermercados (Acats) para promover a Exposuper a partir do próximo ano. O contrato com a Expoville, em Joinville, encerra-se neste ano, com a edição marcada para junho. Balneário Camboriú vai finalizar seu centro de convenções até o final de 2017. Além de mais moderno e amplo, lá há a vantagem logística de estar em um ambiente de forte vida noturna e praias. Blumenau, por enquanto, peca por não dispor de auditório adequado para receber as palestras, que, normalmente, atraem centenas de pessoas. E Florianópolis é candidata a recepcionar, novamente, a feira e o congresso de supermercadistas. Tem a seu favor o fato de estar, geograficamente, mais perto de muitas sedes de redes de supermercados.

O problema
Joinville, com a Expoville, oferece instalações apropriadas. O problema tem sido o alto custo para promover o evento. Em especial, porque a alíquota de ISS cobrada pela Prefeitura é de 5%. Muito alta, dizem os promotores, que, em geral, pedem há anos um ISS de 2%. A lógica é que, com tributação menor, mais programações tenderão a ser confirmadas. E isso poderá gerar ainda mais receitas aos cofres municipais. 

Sete anos
O Garten Shopping completa sete anos na segunda-feira. Neste primeiro trimestre de 2017, o empreendimento registrou um incremento de 14% nas vendas, diz a área de marketing. A inauguração das lojas Adidas e da Youcom ajudaram. A Opa Bier – marca joinvilense de produção de cervejas – e uma loja de calçados devem abrir em maio.

Debate produtivo
Diógenes Feldhaus (Investe SC), Carlos Rodolfo Schneider (Ciser) e Everton Gomes (Santander) prenderam a atenção de 400 profissionais da área de comércio exterior durante mais de uma hora, em painel sobre perspectivas econômicas. A atratividade do Estado de Santa Catarina para investimentos; os problemas de competitividade do Brasil em relação a outros países; e uma análise macroeconômica foram os temas abordados pelos painelistas durante o Meeting Comex.

Evento Meeting Comex Foto: Divulgação / Divulgação

Não vingou
Com poucos meses de funcionamento, o Supermercado Belem já fechou a sua unidade no Garten Shopping. 

R$ 1,5 bilhão
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) vai leiloar, na segunda-feira, concessões para a construção, operação e manutenção de 7.400 quilômetros de linhas de transmissão em 20 Estados. Para Santa Catarina, os investimentos previstos somam R$ 1,5 bilhão.



 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaGoverno de SC gastou R$ 700 mil em aluguéis mesmo com novo complexo da SSP pronto https://t.co/necf2UOfsV #LeianoANhá 2 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaHumoristas de Joinville participam de concurso de stand up nesta terça-feira https://t.co/QdIApoiFkB #LeianoANhá 9 horas Retweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros