Sem manutenção, ciclovias e ciclofaixas não garantem segurança aos ciclistas de Florianópolis - A Notícia

Versão mobile

29/11/2011 | 19h49

Sem manutenção, ciclovias e ciclofaixas não garantem segurança aos ciclistas de Florianópolis

Ainda assim, pesquisa aponta que 70% dos entrevistados gostaria de usar bicicleta

Sem manutenção, ciclovias e ciclofaixas não garantem segurança aos ciclistas de Florianópolis Jessé Giotti/Agencia RBS
Na última semana, ciclistas fizeram bicicletada em Florianópolis para pedir por ciclovias Foto: Jessé Giotti / Agencia RBS

A manutenção precária dos 37 quilômetros de ciclovias e ciclofaixas de Florianópolis e a falta de respeito por parte dos motoristas dificultam a vida dos ciclistas na Capital. Apontadas como uma boa solução para o caos no trânsito, muitas vezes as bicicletas são obrigadas a dividir seu espaço com outros veículos, o que torna o meio de transporte inseguro.

— As vias urbanas estão com os carros muito rápidos, isso afugenta as pessoas, que têm medo de andar com certa dose de razão. Hoje mesmo eu vim andando, as pessoas não respeitam, passam muito rápido, passam perto, então, nós temos que ter esse respeito — ressalta o presidente da Viaciclo, Daniel Costa.

Uma pesquisa realizada pelo Instituto MAPA em parceria com o Grupo RBS identificou que 70% dos entrevistados estariam dispostos a utilizar a bicicleta para se locomover todos os dias. 19% disseram que não fariam essa opção e os outros 11% nunca andaram de bicicleta, já a utilizam ou não souberam dizer.

— E 70% das pessoas querem andar de bicicleta, nós temos que dar condições com ciclovias e ciclofaixas. A manutenção e a limpeza delas é fundamental — complementa Costa.

Ainda de acordo com a pesquisa, do universo de entrevistados, 55% das pessoas utilizaria a bicicleta pela rapidez que ela representa em relação a outros meios de transporte, 53% por ser mais saudável, 36% por achar mais acessível, 14% por considerar mais simples e apenas 11% por que a bicicleta é a sua única opção.

Uma proposta da prefeitura pretende aumentar a infraestrutura cicloviária de Florianópolis e criar estações de aluguel de bicicletas em vários pontos da cidade. O projeto prevê a ligação dos bairros Agronômica, Trindade, Córrego Grande e Itacorubi. Serão 111 estações com quase 1400 bicicletas para serem alugadas pelos usuários.

Nos próximos meses a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) também tem um projeto para iniciar a implantação de um sistema cicloviário dentro do campus. A estação das bicicletas ficará ao lado da biblioteca central e oferecerá 250 vagas para incentivar os estudantes.

RBS TV

Notícias Relacionadas

26/11/2011 | 20h51

Mesmo com problemas, Florianópolis tem muita coisa boa

Revitalização da Beira-Mar e embelezamento das praias são alguns dos destaques positivos

Mobilização 25/11/2011 | 19h54

Ciclistas de bigode promovem bicicletada por ciclovia na SC-405, em Florianópolis

Mobilização teve dois pontos de concentração, na Beira-Mar Norte e no Sul da Ilha

Estatística 23/11/2011 | 06h30

Carro é o vilão do tráfego em Santa Catarina

Com base em pesquisa do Instituto Mapa, especialistas alertam para deixar carro em casa

Estatística 23/11/2011 | 00h33

INFOGRÁFICO: pesquisa aponta situação da mobilidade urbana em 10 cidades catarinenses

Além do infográfico, detalhes do estudo estão nos jornais do Grupo RBS nesta quarta-feira

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaConfira como será a paralisação dos trabalhadores nesta sexta-feira em Joinville https://t.co/ubcn0z1V6D #LeianoANhá 26 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaMorre uma das quatro vítimas de acidente em ponto de ônibus em Araquari https://t.co/czM4f82LXv #LeianoANhá 2 horas Retweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros