Versão mobile

07/10/2011 | 08h04

Polícia fecha suposta casa de prostituição em Joinville

Justiça autorizou mandado de busca e apreensão em casa que funcionava no Anita Garibaldi

Enviar para um amigo
Polícia fecha suposta casa de prostituição em Joinville Leo Munhoz/Agencia RBS
Policiais levam as mulheres para prestar depoimento Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS

Após uma denúncia anônima, a Polícia Civil de Joinville fechou uma casa de massagem na área central de Joinville, com suspeitas de que no local funcionava umponto de prostituição. A Justiça autorizou o mandado de busca e apreensão na casa que funcionava no bairro Anita Garibaldi.

Segundo o delegado Fábio Fortes, o caso está sendo investigado há cerca de um mês. No local, foram apreendidos preservativos, dinheiro, um notebook e um caderno em que constavam nomes de mulheres com a possível relação de valores que cada uma recebia.

 O dono da casa de massagem, que segundo o delegado agenciava as garotas, estava no local na hora da apreensão e teve o carro revistado. Um pedreiro, que fazia reparos, e seis mulheres foram encaminhadas à Central de Polícia para prestar depoimento.

A polícia também apreendeu as fitas da câmera de monitoramento instalada na parte externa da casa. O material será analisado pela polícia.

Segundo o delegado, há denúncias de que o homem administra outro ponto de prostituição na cidade. Mas nada foi comprovado. Até quinta-feira à noite, as mulheres e os envolvidos continuavam prestando depoimento na delegacia. Eles seriam liberados logo após as conversas.

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaEconomia fechou 207 postos de trabalho no último mês em Joinville http://t.co/zwccciNmEK http://t.co/311eX3f25ehá 13 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPassagens aéreas entre Joinville e SP caíram à metade entre 2014 e 2015 http://t.co/W7ecwWDZvUhá 13 horas Retweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros