Obras não interferem no trânsito na SC-405, em Florianópolis - A Notícia

Versão mobile

31/05/2011 | 10h33

Obras não interferem no trânsito na SC-405, em Florianópolis

Terceira pista de 2,3 quilômetros vai ligar o Trevo da Seta e o bairro Rio Tavares

Obras não interferem no trânsito na SC-405, em Florianópolis Felipe Carneiro/Agencia RBS
Rodovia SC-405 ficará em obras até dezembro Foto: Felipe Carneiro / Agencia RBS

O motorista enfrenta filas ligeiramente acima da média ao passar pela SC-405, rodovia de Florianópolis que desde segunda-feira está em obras para a construção da terceira faixa entre o Trevo da Seta e o bairro Rio Tavares. O objetivo é aliviar o trânsito.

A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) avalia que as filas que se formaram nesta terça se deveram à curiosidade de alguns motoristas, que reduziram a velocidade para acompanhar os trabalhos.

Os inspetores explicaram que a velocidade na região fica reduzida, pois a população quer acompanhar a obra, o que pode deixar o trecho sujeito a filas.

Durante o trabalho de ampliação, a princípio não será necessário criar desvios no tráfego. O local estará bem sinalizado, garante o Deinfra.

Começaram na segunda-feira as obras para a ampliação da rodovia SC-405. O projeto é orçado em R$ 3 milhões para o trabalho e mais R$ 8 milhões para desapropriações. A conclusão está prevista para dezembro.

As obras envolvem a construção de uma terceira faixa em 2,3 quilômetros de extensão entre o Trevo da Seta e o Bairro Rio Tavares. Serão três faixas de 3,5 metros e dois acostamentos de 1,5 metros cada um.

Os trabalhos estão na fase de limpeza da região e os muros no entorno começaram a ser demolidos para, depois, os postes de energia elétrica serem retirados. A sinalização do local está a cargo da empresa vencedora da licitação, a Sulcatarinense.

A ordem de serviço para os trabalhos foi assinada com a empresa em fevereiro de 2009. O atraso de dois anos, segundo o presidente do Deinfra, Paulo Meller, deveu-se aos processos judiciais para a indenização das terras dos moradores da região.

Das 93 desapropriações, cinco ainda estão da Justiça, mas não devem atrapalhar as obras. A PMRv recomenda cautela redobrada para os motoristas que trafegam na região.

Além da desapropriação, órgãos como Celesc, Casan e operadoras de telefonia, internet e tevê a cabo terão que realizar a realocação de seus fios e tubulações.

Quando as obras estiverem prontas, duas pistas devem ficar no sentido bairro-Centro, enquanto uma faixa ficará no sentido Centro-bairro. A ampliação deve faciliar a circulação dos 33 mil carros que passam pela rodovia diariamente.

DIÁRIO CATARINENSE

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJEC empata com o Volta Redonda e continua fora do G4 da Série C https://t.co/m5vvQMksGL #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPalestrantes com renome mundial passam por Blumenau durante evento de negócios https://t.co/mcKqxYdgnj #LeianoANhá 1 horaRetweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros