Deputado Gelson Merisio assume presidência da Assembleia Legislativa em fevereiro de 2010 - A Notícia

Versão mobile

 

17/12/2009 | 22h40

Deputado Gelson Merisio assume presidência da Assembleia Legislativa em fevereiro de 2010

Atual presidente do Legislativo, Jorginho Mello, garante que passará o cargo

Deputado Gelson Merisio assume presidência da Assembleia Legislativa em fevereiro de 2010 Hermínio Nunes/
Para Jorginho, o ano em que esteve à frente do Legislativo foi positivo Foto: Hermínio Nunes
O presidente da Assembleia Legislativa a partir de fevereiro de 2010 será o deputado Gelson Merisio (DEM). A garantia foi dada nesta quinta-feira pelo atual presidente, Jorginho Mello (PSDB), que afirmou que cumprirá o acordo firmado antes da eleição da presidência no início do ano.

Para o tucano, o compromisso envolve sua palavra, que estaria acima de qualquer cenário político ou questões partidárias. 

— Vou passar a presidência, pois coloquei a minha palavra. Este é o compromisso. Já ganhei a presidência antes e não levei porque não honraram a palavra comigo — disse Jorginho, negando que as denúncias envolvendo o vice-governador Leonel Pavan e o futuro da tríplice aliança possam vir a influenciar na sua decisão.

Segundo o presidente, o processo de sucessão ocorrerá sem sobressaltos e será marcado pela continuidade. Até mesmo a maior parte da equipe deve ser mantida, sendo substituídos apenas os cargos de chefe da Casa Militar, chefe de gabinete e diretor geral.

Para Jorginho, o ano em que esteve à frente do Legislativo foi positivo, tanto em função de projetos de destaque, como o Código Ambiental e o salário mínimo regional, como das ações para melhorar a infra-estrutura da Assembleia, como a inauguração do novo hall, da nova biblioteca e readequação dos restaurantes.

Quanto ao anexo sul, que abrigará os gabinetes dos deputados, o tucano explica que no próximo dia 22 anunciará a empresa vencedora da licitação e no dia 15 de janeiro assinará a ordem de serviço.

Das ações que não conseguiu realizar, Jorginho cita o plano de aposentadoria incentivada, que não foi levado adiante devido ao custo elevado, e um concurso público com mais vagas, que não foi possível porque o plano de aposentadoria não vingou.

O concurso, que acabou sendo anulado devido às denúncias de questões copiadas de outras provas, será realizado novamente no dia 10 de janeiro.

Notícias Relacionadas

15/12/2009 | 20h52

Jornalismo da UFSC pede apuração do caso de plágio no concurso da Assembleia Legislativa

Memorando foi encaminhado à reitoria da universidade cobrando providências

10/12/2009 | 19h55

Novas provas do concurso público para a Assembleia Legislativa serão em 10 de janeiro

Data foi definida após anulação das provas por cópia de questões de outros concursos

09/12/2009 | 19h36

Anulado o concurso público da Assembleia Legislativa de Santa Catarina

Nova prova será confeccionada

08/11/2009 | 19h26

Presidente da Assembleia Legislativa, Jorginho Mello, deve retornar ao trabalho nesta semana

Deputado está com imunidade baixa e mantém medicação por mais 15 dias

 
A Notícia
Busca