Versão mobile

13/08/2008 | 19h59

Pescadores de sardinha de SC estão em greve

Cento e dez barcos do eixo Itajaí-Navegantes estão paralisados desde terça-feira

Enviar para um amigo
Uma nova paralisação atinge o setor pesqueiro em Santa Catarina. Depois dos atuneiros, foi a vez dos pescadores de sardinha pararem as atividades. O eixo Itajaí-Navegantes tem a maior frota pesqueira de sardinha do país e, desde terça-feira, 110 traineiras (barcos usados na pesca) estão paralisadas.

Nas duas cidades, cerca de 3 mil trabalhadores já aderiram a mobilização. Na manhã desta quinta-feira, será feita uma reunião entre os pescadores e o Sindicato das Indústrias da Pesca de Itajaí e Região (Sindipi) para expor as reivindicações e tentar chegar a um acordo.

Os pescadores pedem um reajuste de 41% no valor do quilo da sardinha. Desde 2006, o pescado custa R$ 1 e para obter lucro a categoria quer que o quilo passe a custar R$ 1,40. Outra exigência é a organização da pesca da sardinha para não ter o esforço da pesca desperdiçado. Nos três meses em que a captura da espécie é permitida, não existe um controle da quantidade que cada embarcação pode pescar. 

— As indústrias não têm espaço suficiente para armazenar o volume capturado, e os pescadores acabam vendendo o peixe por um valor mais baixo para os atravessadores. Isso causa prejuízo para o setor — afirmou Aluísio Vieira, diretor administrativo do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Pesca de Santa Catarina (Sitrapesca).

A preocupação do Sitrapesca é com as demissões que podem a ocorrer por causa da paralisação. 

— Tem empresas que possuem mais de 200 funcionários temporários que podem perder o emprego, porque sem matéria prima a produção vai diminuir. Além disso, as transportadoras também serão prejudicadas, pois não terão carga para transportar. Os prejuízos da paralisação são incalculáveis — explicou Vieira.

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaTrânsito tranquilo na BR-376, que liga Paraná e Santa Catarina #t24horashá 10 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaNa BR-101 em Barra Velha o fluxo é mais intenso no sentido Sul, mas não há formação de filas #t24horashá 39 minutosRetweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros