Trump ajudou os pais a evadir milhões que recebeu como herança, diz New York Times - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

Nova York02/10/2018 | 18h44

Trump ajudou os pais a evadir milhões que recebeu como herança, diz New York Times

AFP
AFP

O presidente americano, Donald Trump, não fez fortuna por si só, como sempre assegurou: herdou mais de 400 milhões de dólares de seus pais, grande parte por meio de esquemas de evasão de impostos, assegurou o New York Times nesta terça-feira (2).

Segundo o Times, aos 3 anos Trump já recebia 200.000 dólares por ano de seu pai e, aos 8, era milionário. Uma imagem distante da de "self-made man" que proclamou durante a sua campanha em 2016 e em seu livro "A arte da negociação".

O jornal assegura que o presidente chegou a receber o que hoje equivaleria a 413 milhões de dólares de seu pai, Fred C. Trump, também investidor e construtor imobiliário.

Grande parte deste dinheiro chegou a Trump porque ajudou seu pai a evadir impostos, por exemplo criando empresas de fachada, segundo a investigação do Times.

Os pais de Trump deixaram a seus filhos uma fortuna de mais de 1 bilhão de dólares, que poderia ter deixado ao fisco ao menos 550 milhões, segundo a taxa de 55% imposta na época a presentes e heranças.

Mas os Trump pagaram à Receita somente 52,2 milhões, ou seja, 5%.

O NYT assegura que Trump ajudou seus pais a formular um plano que desvalorizava o valor das propriedades imobiliárias em declarações de imposto de renda, reduzindo também os impostos quando as propriedades eram deixadas como herança ao hoje presidente e aos seus quatro irmãos e irmãs.

A Casa Branca não comentou a informação imediatamente.

"As acusações de fraude e evasão fiscal do New York Times são 100% falsas e altamente difamatórias", disse Charles Harder, advogado de Trump, em um comunicado enviado ao jornal.

Harder indicou que Trump quase não se envolvia nessas questões.

"Ninguém cometeu fraude ou evasão fiscal. Os feitos sobre os quais o Times baseia suas falsas acusações são extremamente vagos", acrescentou.

O Times diz que, para realizar essa investigação, analisou centenas de declarações de impostos de Fred Trump e de suas empresas.

Mas não conseguiu ter acesso às declarações de impostos do próprio presidente, que, ao contrário de todos os seus antecessores, se recusa a publicá-las.

A holding que reúne os interesses financeiros do magnata do setor imobiliário, a Trump Organization, é uma empresa familiar que não está na Bolsa e não divulga seus resultados. Desde que Trump assumiu a presidência, o grupo é liderado por seus filhos Eric e Donald Jr.

* AFP

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaMuseu de Sambaqui de Joinville inaugura exposição sobre evolução humana, cultura e tecnologia dos sambaquis… https://t.co/bK1VpvzgKEhá 5 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJoinville registrou 64 homicídios de mulheres nos últimos cinco anos https://t.co/DnzOT2klUs #LeianoANhá 1 horaRetweet
A Notícia
Busca