Arquidiocese de Washington revela nomes de padres acusados de pedofilia - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

Washington15/10/2018 | 23h59

Arquidiocese de Washington revela nomes de padres acusados de pedofilia

AFP
AFP

A arquidiocese de Washington divulgou nesta segunda-feira os nomes de 31 membros do clero que serviram nesta jurisdição e que foram acusados de abuso sexuais contra menores nos últimos 70 anos.

A maior parte dos casos já era de conhecimento público e 17 dos padres envolvidos já faleceram.

Todos os citados na lista foram afastados da Igreja.

Na sexta-feira, o Papa Francisco aceitou a renúncia do cardeal Donald Wuerl, um proeminente cardeal americano e arcebispo de Washington.

Wuerl, no centro da polêmica envolvendo o acobertamento de padres pedófilos, foi quem decidiu publicar os nomes.

"Esta lista é uma dolorosa recordação dos graves pecados cometidos pelo clero, da dor imposta a pessoas inocentes e do dano provocado aos fiéis da Igreja, aos quais continuamos implorando perdão", disse Wuerl em um comunicado.

Wuerl, 77 anos, é acusado de negligência em relação a padres pedófilos que serviam na Pensilvânia quando era bispo em sua cidade natal, Pittsburgh, entre 1988 e 2006.

Uma investigação das autoridades da Pensilvânia, publicada em agosto, revelou abusos sexuais especialmente sórdidos durante décadas cometidos por mais de 300 padres.

A renúncia de Wuerl ocorre no momento em que o Papa Francisco enfrenta uma grave crise pelas denúncias de abuso sexual de padres contra menores em todo o mundo.

* AFP

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJovem consegue fugir em Balneário Camboriú após suspeita de sequestro em Joinville https://t.co/lSKUOpOdsf #LeianoANhá 8 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJovem é libertada em Balneário Camboriú após suspeita de sequestro em Joinville https://t.co/Dh8D450ixA #LeianoANhá 9 horas Retweet
A Notícia
Busca