Advogado de pastor dos EUA detido na Turquia recorre à Corte Constitucional - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

Istambul02/10/2018 | 10h49

Advogado de pastor dos EUA detido na Turquia recorre à Corte Constitucional

AFP
AFP

O advogado do pastor americano Andrew Brunson, cujo julgamento na Turquia gera grandes tensões entre Ancara e Washington, anunciou nesta terça (2) que vai recorrer à Corte Constitucional, na quarta-feira, para pedir sua libertação.

Cem Halavurt, advogado do pastor, disse à AFP que apresentará o recurso à Corte em Ancara, às 7h GMT (4h em Brasília) de amanhã.

Um tribunal turco havia rejeitado em agosto um novo pedido pela suspensão da prisão domiciliar imposto em 25 de julho ao pastor Brunson, detido desde outubro de 2016.

O caso do pastor, acusado de espionagem e de atividades "terroristas", provocou uma grave crise diplomática entre Turquia e Estados Unidos.

Washington impôs uma série de sanções contra a Turquia, que respondeu com medidas similares, pelo caso Brunson.

Se for considerado culpado, o pastor pode ser condenado a até 35 anos de prisão. Ele nega as acusações categoricamente.

Em 24 de setembro, o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, disse esperar que o pastor Brunson seja solto em breve.

* AFP

 
A Notícia
Busca