Mais de 3.300 civis mortos em 4 anos por bombardeios da coalizão dos EUA na Síria - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

Beirute23/09/2018 | 13h45

Mais de 3.300 civis mortos em 4 anos por bombardeios da coalizão dos EUA na Síria

AFP
AFP

Mais de 3.300 civis morreram na Síria pelos bombardeios da coalizão liderada pelos EUA desde setembro de 2014 - informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) neste domingo (23).

Entre os 3.331 civis vítimas dos bombardeios, constam "826 crianças e 615 mulheres", disse o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman. A contagem da OSDH é mais de três vezes maior do que a reconhecida pela coalizão para a Síria e para o Iraque como um todo.

O chefe da ONG explicou que os ataques aéreos contra o grupo extremista Estado Islâmico (EI) começaram em agosto de 2014 no Iraque e, no mês seguinte, foram estendidos à Síria.

Para determinar a autoria dos bombardeios, o OSDH se apoia em uma vasta rede de colaboradores na Síria, além do estudo da trajetória dos aviões e os tipos de equipamentos e munições utilizados.

A coalizão alega que sempre toma as maiores precauções para minimizar os riscos de danos colaterais. Segundo a coalizão, o saldo de vítimas civis atinge 1.061 pessoas na Síria e no Iraque.

* AFP

 
A Notícia
Busca