Quatro policiais e três suspeitos de terrorismo são mortos na Jordânia - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

Amã12/08/2018 | 10h00

Quatro policiais e três suspeitos de terrorismo são mortos na Jordânia

AFP
AFP

Quatro membros das forças de segurança e três pessoas suspeitas de atos terroristas morreram durante uma incursão na Jordânia contra uma célula suspeita de envolvimento em um ataque no qual um comandante foi morto - anunciou o governo neste domingo (12).

Três membros das forças de segurança perderam a vida durante a incursão feita no sábado, e um quarto não resistiu aos ferimentos neste domingo, informou a ministra de Estado para Meios de Comunicação e porta-voz do governo, Jumana Ghneimat.

Além disso, cinco pessoas foram detidas durante a operação realizada por uma unidade conjunta das forças especiais da Polícia e do Exército em um imóvel da cidade de Salt (noroeste de Amã), onde se entrincheiraram os membros de uma "célula terrorista", completou a ministra.

Os detidos eram suspeitos de terem participado do ataque de sexta-feira contra o veículo de uma patrulha encarregada da segurança de um festival de música na região de al-Fuhais, acrescentou Jumana.

Um comandante morreu, e seis membros da patrulha ficaram feridos, segundo ela.

Em Salt, "os suspeitos se negaram a se entregar e atiraram na direção das forças de segurança", para, então, detonarem artefatos explosivos colocados no prédio que desabou parcialmente, detalhou Ghneimat, em um comunicado.

Entre os escombros do edifício foram encontrados os corpos de três "terroristas" e armas automáticas, relatou.

Nenhum grupo assumiu, até o momento, a autoria do ataque de sexta-feira em Al-Fuhais, uma cidade cristã.

* AFP

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaConfira o obituário de 1, 2 e 3 de dezembro de 2018 https://t.co/PV6Lzm289T #LeianoANhá 8 diasRetweet
A Notícia
Busca