"Paid Off", o programa de TV que quita as dívidas estudantis nos EUA - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

Nova York09/08/2018 | 09h15

"Paid Off", o programa de TV que quita as dívidas estudantis nos EUA

AFP
AFP

Um novo programa de televisão nos Estados Unidos pretende marcar a diferença em um país onde milhões de universitários graduados lutam durante anos para pagar sua pesada dívida estudantil.

"Paid off" oferece aos recém-formados um raio de esperança. Se os concorrentes responderam com rapidez a perguntas de trívia, podem obter um grande cheque que pagará a dívida total de seus estudos.

As dívidas universitárias são parte de um problema que está em alta.

Segundo o Federal Reserve (Fed, banco central americano), os americanos devem 1,38 trilhão de dólares em empréstimos deste tipo, uma cifra que dobrou nos últimos 10 anos.

"Minha esposa e eu lutamos com a dívida estudantil e só conseguimos pagá-la porque, história verdadeira, fiz um comercial de cuecas", afirmou o apresentador do programa, Michael Torpey, no primeiro episódio.

"Mas e os outros 45 milhões de americanos com empréstimos estudantis? Infelizmente, não há tantos comerciais de roupas íntimas", completou.

The College Board, uma organização sem fins lucrativos, explica que o custo médio de uma formação universitária é de 34.740 dólares por ano em uma instituição privada, além dos custos de vida.

As universidades mais importantes dos Estados Unidos são privadas. Muitos estudantes solicitam empréstimos para o valor total ou uma parte substancial.

"Paid off" estreou no dia 10 de julho na TruTV, que pertence à Turner Broadcasting, conhecida pelos reality shows de comédia e para a qual os universitários representam uma audiência demográfica vital.

Apesar do cenário leve e do clima divertido, Torpey - conhecido por sua participação na série da Netflix "Orange Is The New Black" - também pretende criar consciência e esperança para provocar uma mudança.

"Não tem que ser assim. Ligue para seus representantes agora e diga que precisamos de uma solução melhor do que este programa".

Uma produtora da emissora, Lesley Goldman, afirma que o programa é um "jogo de comédia que joga luz sobre uma crise nacional".

"A dívida estudantil é uma realidade para milhões de pessoas e precisamos deste jogo absurdo de Michael Torpey para iniciar um debate a respeito. Estamos felizes de trabalhar com ele para dar vida a sua propostaa", disse.

Goldman, vice-presidente sênior de desenvolvimento e programação da TruTV, se nega a revelar os números da audiência, mas afirma que as reações nas redes sociais foram "excelentes".

Até o momento foram gravados apenas 16 episódios nos estúdios Turner em Atlanta.

"Veremos se há desejo por mais episódios nas próximas semanas", declarou Goldman.

* AFP

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaSaídas e mudanças: JEC começa a reestruturação da comissão técnica https://t.co/AlNIhr87cq #LeianoANhá 5 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJEC/Krona terá um desfalque no jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil https://t.co/olZZYH34r7 #LeianoANhá 6 horas Retweet
A Notícia
Busca