Duque exige que ELN entregue reféns para negociar a paz na Colômbia - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

Bogota10/08/2018 | 15h10

Duque exige que ELN entregue reféns para negociar a paz na Colômbia

AFP
AFP

O presidente da Colômbia, Iván Duque, exigiu nesta sexta-feira que o Exército de Libertação Nacional (ELN) liberte imediatamente e sem condições os nove sequestrados que tem em seu poder se quiser seguir adiante com o processo de paz que estava sendo discutido.

"A mensagem é uma e é bem clara: se o ELN tem uma verdadeira vontade de desmobilização, desarmamento e reinserção, deve libertar os sequestrados de maneira rápida e sem condições", declarou Duque ao chegar a Tumaco, um povoado na fronteira com o Equador dominada pelo narcultivo e violência.

Duque afirmou que não aceitará que o grupo rebelde converta o sequestro em um mecanismo de intimidação e chantagem.

Reconhecida oficialmente como a última guerrilha ativa na Colômbia, o ELN intesificou a tomada de reféns após finalizar um cilco de diálogos em 1o. de agosto.

Desde então, nove pessoas foram sequestradas: quatro militares, três policiais e dois civis.

Duque, de 42 anos, assumiu na terça-feira a presidência da Colômbia anunciando "corretivos" no acordo de paz com a ex-guerrilha das Farc e um endurecimento nas condições de diálogo com o ELN.

* AFP

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaConfira o obituário de 1, 2 e 3 de dezembro de 2018 https://t.co/PV6Lzm289T #LeianoANhá 8 diasRetweet
A Notícia
Busca