Dirigente da oposição no Zimbábue detido quando partia para o exílio - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

Harare08/08/2018 | 06h36

Dirigente da oposição no Zimbábue detido quando partia para o exílio

AFP
AFP

Um dos principais nomes da oposição no Zimbábue, Tendai Biti, foi detido nesta quarta-feira na fronteira com Zâmbia, quando tentava partir para o exílio depois que seu partido não reconheceu a vitória eleitoral do atual presidente Emmerson Mnangagwa.

"Biti foi detido na fronteira com Zâmbia", confirmou o advogado Nqobizitha Millo, ao explicar que o ex-ministro Biti buscava "asilo" no país vizinho.

O presidente Mnangagwa foi reeleito com 50,8% dos votos no primeiro turno das eleições, as primeiras no país desde a queda do presidente Robert Mugabe, obrigado a renunciar em novembro, depois de passar quase quatro décadas no poder.

Assim como Mugabe, Mnangagwa é membro do partido ZANU-PF, que governa o país desde sua independência em 1980. A oposição anunciou que recorrerá à justiça para impugnar o resultado das eleições.

* AFP

 
A Notícia
Busca