Tailândia celebra resgate de meninos na caverna - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

Chiang Rai11/07/2018 | 06h23

Tailândia celebra resgate de meninos na caverna

AFP
AFP

A Tailândia celebra nesta quarta-feira o sucesso da perigosa missão de resgate de 12 meninos e seu técnico de futebol, que passaram duas semanas em uma caverna inundada e agora se recuperam em um hospital.

Os integrantes da equipe de resgate, mergulhadores estrangeiros e oficiais da Marinha tailandesa, são considerados heróis por terem conseguido retirar os meninos da caverna de Tham Luang, norte da Tailândia, onde o grupo ficou preso em 23 de junho pelo aumento do nível da água na caverna.

Os meninos, de 11 a 16 anos, e seu treinador, de 25, foram retirados da caverna em uma operação que durou três dias. Os últimos cinco saíram do local na terça-feira à noite.

O termo "Hooyah", herdado da Marinha americana e que tem como objetivo levantar os ânimos, era repetida nas redes sociais tailandesas. "Missão cumprida!", destacou o jornal The Nation.

Durante 18 dias, a Tailândia e o resto do planeta acompanharam com grande expectativa a odisseia do time "Javalis Selvagens". As chuvas na região próxima da fronteira com Mianmar e Laos tornaram a intervenção ainda mais urgente.

Os jovens jogadores passaram nove dias na caverna, até que dois mergulhadores britânicos localizaram o grupo na segunda-feira da semana passada. Exaustos, os meninos e os técnicos estavam em uma rocha, a mais de quatro quilômetros da entrada da ampla rede subterrânea.

As equipes de emergência passaram então a examinar desesperadamente todas as soluções possíveis, como perfurar túneis na montanha ou fazer o grupo esperar durante semanas na caverna, até o fim da temporada das chuvas de monções.

Mas a ameaça de novas tempestades e a redução do nível de oxigênio na área de refúgio levaram as autoridades a optar pelo resgate mais perigoso. O trajeto estava repleto de obstáculos e era necessário mergulhar em túneis inundados e superar passagens estreitas.

Treze mergulhadores estrangeiros e oficiais tailandeses retiraram os meninos em três grupos. Cada saída era celebrada com a exclamação "Hooyah" na página no Facebook da Marinha tailandesa.

O termo virou rapidamente uma hashtag e dominou as redes sociais, nas quais políticos, atletas e empresários demonstraram sua felicidade e elogiaram os meninos e os socorristas.

Os jovens estão em quarentena no hospital de Chiang Rai. Apesar de todas as dificuldades, eles estão em bom estado físico e mental, informaram as autoridades sobre os primeiros resgatados.

Centenares de estudantes se reuniram nesta quarta-feira diante do hospital, onde os resgatados devem permanecer por algumas semanas.

Liderados por um professor, os alunos cantaram para agradecer a todos que contribuíram para o sucesso da missão.

As autoridades não revelaram os detalhes precisos da missão, na qual um ex-integrante da Marinha tailandesa faleceu na semana passada. Uma prova da dificuldade da operação, o mergulhador morreu asfixiado quando tentava sair da caverna.

* AFP

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJEC/Krona confirma renovação de contrato de mais três atletas https://t.co/tD2ljgc7Rv #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaConfira o obituário de 16 de novembro de 2018 https://t.co/mXZmoukky1 #LeianoANhá 1 horaRetweet
A Notícia
Busca