Rebeldes iemenitas dispostos a entregar porto de Hodeida à ONU - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

Paris17/07/2018 | 20h46

Rebeldes iemenitas dispostos a entregar porto de Hodeida à ONU

AFP
AFP

O líder dos rebeldes no Iêmen, Abdel Malek al Huthi, está disposto a entregar o controle do porto de Hodeida à ONU caso a coalizão árabe que apoia as forças governamentais detenha sua ofensiva contra a cidade, revela em entrevista ao jornal Le Figaro.

"Dissemos ao enviado da ONU, Martin Griffiths, que não rejeitamos o papel de supervisão e de logística que a organização que desempenhar no porto, mas desde que cesse toda a agressão contra Hodeida", declarou Abdel Malek al Huthi na entrevista publicada na edição desta quarta-feira.

O Iêmen, devastado pela guerra civil, depende das importações para 90% de suas necessidades de alimentação, e 70% destes produtos passam por Hodeida, alvo de uma ofensiva das forças pró-governamentais deflagrada em junho, com o apoio dos Emirados Árabes Unidos.

A coalizão árabe dirigida pela Arábia Saudita acusa os rebeldes xiitas huthis de utilizar o porto para receber armas do Irã, o que Teerã rejeita.

Martin Griffiths, que tenta deter os combates em Hodeida, propôs colocar a ONU na gestão do porto, com os rebeldes huthis controlando apenas a cidade, algo que os Emirados Árabes Unidos rejeitam.

* AFP

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaConfira o obituário de 1, 2 e 3 de dezembro de 2018 https://t.co/PV6Lzm289T #LeianoANhá 9 diasRetweet

Mais sobre