ONGs responsabilizam Europa por aumento de mortes no Mediterrâneo - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

Paris12/07/2018 | 11h23

ONGs responsabilizam Europa por aumento de mortes no Mediterrâneo

AFP
AFP

A Europa é responsável pelo aumento do número de imigrantes, incluindo bebês e crianças, que morreram no Mediterrâneo nos últimos meses, acusaram nesta quinta-feira MSF e SOS Méditerrannée.

"Mais de 600 pessoas se afogaram enquanto tentavam cruzar o Mediterrâneo durante as últimas quatro semanas, incluindo bebês e crianças", disseram as duas organizações em um comunicado conjunto.

Estas 600 mortes representam metade do número total de imigrantes mortos no Mediterrâneo até agora este ano.

"Essas tragédias aconteceram porque não havia barcos de resgate das ONGs no Mediterrâneo", acrescentaram.

Após a posse do novo governo italiano, em junho, o ministro do Interior Matteo Salvini proibiu o acesso aos portos italianos de embarcações de ONGs que resgatam imigrantes no Mediterrâneo.

No mês passado, o "Aquarius", um barco de Médicos Sem Fronteiras e SOS Méditerranée que transportava 630 imigrantes a bordo, desencadeou uma crise política na União Europeia após a recusa da Itália e Malta de deixá-lo atracar.

O navio finalmente atracou em Valência em 17 de junho.

As ONGs também criticaram a estratégia da UE, que visa promover "plataformas de desembarque" para imigrantes fora do território europeu, particularmente em países do norte da África, como Líbia ou Tunísia.

"As pessoas salvas não devem ser levadas para a Líbia, mas a um porto seguro em conformidade com o direito marítimo internacional", recordam as organizações humanitárias.

* AFP

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPolícia cumpre 21 mandados de prisão e 21 de busca e apreensão em Joinville e Região https://t.co/JNZBlspRLV #LeianoANhá 28 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPolícia prende suspeitos de integrar facção criminosa, roubar casas e amarrar vítimas em Joinville https://t.co/WXno5eeIMt #LeianoANhá 3 horas Retweet

Mais sobre

A Notícia
Busca