Petróleo sobe, apesar de críticas de Trump à Opep - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

 

Nova York13/06/2018 | 17h51

Petróleo sobe, apesar de críticas de Trump à Opep

AFP
AFP

Os preços do petróleo aumentaram nesta quarta-feira, após um recuo das reservas semanais da commodity, da gasolina e de destilados nos Estados Unidos, em um mercado pouco sensível à forte crítica de Donald Trump à Opep.

O barril de Brent do Mar do Norte para entrega em agosto fechou a 76,74 dólares, no Intercontinental Exchange (ICE) de Londres, alta de 1,06 dólar.

No New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril de "light sweet crude" (WTI) para entrega en julio ganó 28 centavos a 66,64 dólares.

Na semana concluída em 8 de junho, as reservas comerciais de petróleo nos Estados Unidos caíram 4,1 milhões de barris.

As cifras surpreenderam porque contradizem o que publicou, na véspera, o American Petroleum Institute (API), cujas estatísticas são consideradas menos confiáveis, destacou James Williams, da WTRG.

Os mercados deram pouca importância à forte crítica de Trump à Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

"Os preços do petróleo estão muito altos, a Opep está por trás de novo. Nada bom!", criticou no Twitter, no segundo comentário negativo sobre o tema em dois meses.

* AFP

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaCepat divulga novas vagas de emprego nesta segunda-feira em Joinville https://t.co/IXlQ9BnmiA #LeianoANhá 14 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaMostra fotográfica sobre Copa do Mundo acontece na UniSociesc, em Joinville e Jaraguá do Sul https://t.co/biXnPx5AXc #LeianoANhá 1 horaRetweet
A Notícia
Busca