Referendo no Burundi sobre polêmica reforma constitucional - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

Nairóbi17/05/2018 | 06h26

Referendo no Burundi sobre polêmica reforma constitucional

AFP
AFP

Os eleitores do Burundi comparecem às urnas nesta quinta-feira para um referendo sobre um projeto de reforma da Constituição que permitiria ao presidente Pierre Nkurunziza, de 54 anos e no poder desde 2005, permanecer à frente do país até 2034.

Um total de 4,8 milhões de eleitores estão registrados para votar no país.

A cédula não tem nenhuma pergunta, apenas a menção "referendo constitucional da República do Burundi de maio de 2018", com as opções "sim" e "não".

Se a reforma for aprovada, a Constituição autorizará Nkurunziza a disputar dois novos mandatos de sete anos a partir de 2020. A vitória do "sim" não parece provocar dúvidas, já que as vozes críticas foram caladas no país.

O novo texto busca principalmente ratificar o controle total do partido CNDD-FDD sobre as instituições e concentrar ainda mais o Poder Executivo nas mãos do presidente Nkurunziza.

As autoridades temem um elevado índice de abstenção e a lei prevê pena de um a três anos de prisão para os que defendem o boicote à votação.

A campanha para o referendo foi marcada por sequestros, assassinatos e detenções arbitrárias, de acordo com organizações de defesa dos direitos humanos, que também denunciaram a ausência de um verdadeiro debate democrático.

O CNARED, principal plataforma de oposição no exílio, defendeu o boicote. Os partidos de oposição dentro do país e a coalizão de independentes 'Amizero y'Abarundi' defenderam o voto "não", ao invés do boicote, pelo temor de represálias.

* AFP

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPosto de gasolina na zona Leste de Joinville é alvo de assalto https://t.co/5JvemgZwQt #LeianoANhá 3 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPesquisa do Procon aponta cesta básica mais barata neste mês em Joinville https://t.co/CefR1yCdiE #LeianoANhá 4 horas Retweet

Mais sobre

A Notícia
Busca