Prendem na Colômbia Popeye, ex-pistoleiro de Pablo Escobar - Mundo - A Notícia

Vers?o mobile

 
 

Bogota25/05/2018 | 19h21

Prendem na Colômbia Popeye, ex-pistoleiro de Pablo Escobar

AFP
AFP

Jhon Jairo Velásquez (Popeye), um dos capangas de Pablo Escobar, foi novamente preso nesta sexta-feira em Medellín, acusado de extorsão e associação criminosa, segundo a polícia.

Velásquez, de 56 anos e que cumpriu até 2014 uma pena de 23 anos de prisão, estava na mira da procuradoria por supostamente ameaçar pela sua conta do Twitter seguidores do candidato presidencial de esquerda Gustavo Petro.

Entretanto, a prisão "tem a ver com temas de extorsão", confirmou à AFP uma fonte da procuradoria especializada na luta contra as organizações criminosas.

Após sua saída da prisão, Popeye - que se apresenta como o assassino de confiança de Escobar - se tornou um ativo e polêmico usuário de redes sociais.

Na terça-feira foi denunciado pelo senador de esquerda Iván Cepeda, por causa de uma série de mensagens intimidadoras contra Petro e seus seguidores na véspera da eleição presidencial de domingo.

"Recebemos formalmente a denúncia desse caso, e a direção do crime organizado já abriu a investigação correspondente", disse o procurador-geral Néstor Humberto Martínez.

No entanto, Velásquez declarou que sua conta foi pirateada.

Popeye reconheceu ter matado pelo menos 250 pessoas e planejado o assassinato de outras 3.000.

* AFP

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaMaioria no STF vota por enquadrar homofobia na lei dos crimes de racismo https://t.co/uyXMBkG3TVhá 46 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaProvável causa de tragédia no Chile, monóxido de carbono é "altamente letal", dizem especialistas  https://t.co/LrlN0Uaxy2há 46 minutosRetweet
A Notícia
Busca