OMS decide se ebola na RDC é uma emergência internacional - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

 

Genebra18/05/2018 | 06h10

OMS decide se ebola na RDC é uma emergência internacional

AFP
AFP

A Organização Mundial da Saúde (OMS) decidirá nesta sexta-feira se a epidemia de ebola na República Democrática do Congo (RDC) constitui "uma emergência de saúde pública de alcance mundial" e elevou o risco de propagação dentro do país para "muy elevado".

"Com base na situação atual e nas informações disponíveis, o diretor geral da OMS decidiu convocar um comitê de emergência na sexta-feira 18 de maio para saber se a epidemia atual constitui uma emergência de saúde pública de alcance mundial", anunciou a agência da ONU.

A decisão final corresponde, a princípio, ao diretor da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, que deve conceder uma entrevista coletiva nas próximas horas em Genebra.

De acordo com a organização, o primeiro caso confirmado de ebola em uma zona urbana foi registrado em Mbandaka, cidade de 1,5 milhão de habitantes às margens do rio Congo e conectada a Kinshasa por várias ligações fluviais. O caso "aumenta o risco de propagação na RDC e nos países vizinhos", advertiu a OMS.

A organização revisou a avaliação de risco de propagação da epidemia, agora considerado "muito elevado" a nível nacional e "elevado" para os países vizinhos. A nível mundial, o risco de propagação é considerado "pequeno".

As autoridades da RDC declararam um novo surto de ebola no dia 8 de maio no noroeste do país, perto da vizinha República do Congo.

A epidemia de ebola mais importante da história aconteceu no oeste da África entre 2013 e 2016, com 11.300 mortos em um total de 29.000 casos, em sua grande maioria na Guiné, Libéria e Serra Leoa.

* AFP

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaComerciante é morto com tiro no rosto em Jaraguá do Sul https://t.co/m1yXsoeQs0 #LeianoANhá 6 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJovem é morto após tentar separar briga de casal em Joinville https://t.co/6mKLdrF6nC #LeianoANhá 7 horas Retweet

Mais sobre

A Notícia
Busca