Grupo dinamarquês Maersk Tankers encerra atividades no Irã após decisão americana - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

Estocolmo17/05/2018 | 08h06

Grupo dinamarquês Maersk Tankers encerra atividades no Irã após decisão americana

AFP
AFP

O grupo dinamarquês Maersk Tankers anunciou nesta quinta-feira o fim de suas atividades no Irã após a decisão do governo dos Estados Unidos de restabelecer as sanções econômicas contra Teerã.

"Respeitaremos os acordo concluídos com os clientes até 8 de maio e cuidaremos para que sejam cumpridos até 4 de novembro, como exigem as sanções americanas", afirma o grupo em uma mensagem divulgada por e-mail.

A empresa indicou que acompanha de perto a situação e permanece em contato com os clientes para informar sobre eventuais mudanças.

A Maersk Tankers, ex-filial do grupo marítimo dinamarquês AP Moeller-Maersk, pertence desde outubro de 2017 a APMH Moller Invest, uma filial da holding de investimentos A.P. Moler Holding, que a comprou por quase 1,2 bilhão de dólares.

O presidente americano Donald Trump anunciou no início do mês que Washington abandonava o acordo nuclear com o Irã, assinado em 2015, e restabelecia as sanções contra Teerã.

O governo americano informou que as empresas estrangeiras presentes em seu território ou que operam em dólares deveriam respeitar as sanções.

Desde a entrada em vigor do acordo em 2015, o Irã aumentou as exportações de petróleo, que passaram de um milhão de barris diários para 2,5 milhões.

A Maersk Tankers opera mais de 160 navios e tem 3.100 funcionários em todo o mundo, com um faturamento de 836 milhões de dólares por ano.

* AFP

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaSuspeito de matar homem é preso em Itapoá, no Litoral Norte de SC https://t.co/LI9yFt8Uir #LeianoANhá 24 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJoinville desperdiça 46,5% de toda a água produzida na cidade https://t.co/Jizn6zSj7M #LeianoANhá 2 horas Retweet

Mais sobre

A Notícia
Busca