Venezuela e Panamá acertam restabelecer embaixadores e conexão aérea - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

Caracas26/04/2018 | 19h43

Venezuela e Panamá acertam restabelecer embaixadores e conexão aérea

AFP
AFP

Venezuela e Panamá acordaram nesta quinta-feira (26) restabelecer embaixadores e a conexão aérea, após uma crise diplomática que foi desatada pelas sanções do país centro-americano, anunciou o presidente venezuelano, Nicolás Maduro.

"Acordamos o retorno de embaixadores de Panamá e Venezuela (...) e a retomada da conectividade aérea com todas as linhas a partir de amanhã", disse Maduro a jornalistas após falar por telefone com seu homólogo panamenho, Juan Carlos Varela.

Uma fonte do governo do Panamá confirmou à AFP que ambos os presidentes acordaram a reconexão aérea e o retorno dos embaixadores a seus cargos.

Maduro também informou que uma comissão presidida pelos chanceleres de Venezuela, Jorge Arreaza, e Panamá, Isabel Saint Malo, irá elaborar um relatório que contribua para "resolver os problemas e as questões pendentes" entre os dois países.

Acrescentou que a conversa com Varela ocorreu graças à mediação do presidente da República Dominicana, Danilo Medina, que também patrocinou um diálogo fracassado entre o governo e a oposição venezuelana para resolver a crise política interna.

"Quero agradecer a Danilo Medina por sua mediação e por ter ajudado a virar a página entre Panamá e Venezuela (...). É uma boa notícia, agradeço ao presidente Juan Carlos Varela, éramos amigos como chanceleres e depois tivemos uma boa comunicação como presidentes", afirmou.

A crise diplomática começou depois que, em março, o Panamá incluiu Maduro e um grupo de funcionários venezuelanos em uma lista de "alto risco" por lavagem de dinheiro.

O governo de Maduro respondeu suspendendo as relações econômicas por três meses com uma centena de empresas panamenhas, incluindo a Copa Airlines, principal ligação aérea da Venezuela com a América Latina.

Após a medida venezuelana, o país centro-americano também suspendeu por três meses a operação das companhias aéreas venezuelanas em seu território.

* AFP

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPenitenciária de Joinville recebe reforço na segurança após ação criminosa https://t.co/lpDoC48YUt #LeianoANhá 2 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaGrupo armado tenta invadir Penitenciária de Joinville, em Santa Catarina https://t.co/8u5v1x5Q8H #LeianoANhá 2 horas Retweet
A Notícia
Busca