Piñera diz que nenhum governo pode reconhecer eleição na Venezuela - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

Lima13/04/2018 | 20h33

Piñera diz que nenhum governo pode reconhecer eleição na Venezuela

AFP
AFP

O presidente chileno, Sebastián Piñera, declarou nesta sexta-feira, durante a Cúpula das Américas em Lima, que na Venezuela "não há democracia" e que a comunidade internacional não pode reconhecer as eleições de maio naquele país.

"Não há dúvida de que na Venezuela não existe democracia, não existe o Estado de direito, não há respeito aos direitos humanos ou estão organizando eleições limpas", disse Piñera ao chegar a Lima para a Cúpula.

"Nenhum país ou pessoa que realmente se compromete com valores e princípios democráticos pode reconhecer uma eleição que não está seguindo as regras básicas de uma eleição democrática".

A presença do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, na Cúpula em Lima foi vetada pelo governo peruano diante da convocação de eleições sem garantias para a oposição por parte de Caracas.

A decisão foi apoiada pelo Grupo de Lima, que reúne 14 países americanos, incluindo o Chile.

"Acreditamos que o fato de haver ignorado e de haver tirado todos os poderes da Assembleia Nacional (controlada pela oposição) é outro reflexo da falta de vontade democrática do atual governo do presidente Maduro", declarou Piñera.

* AFP

 
A Notícia
Busca