Cuba defende Maduro e Lula na Cúpula das Américas - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

Lima14/04/2018 | 16h44

Cuba defende Maduro e Lula na Cúpula das Américas

AFP
AFP

Cuba rechaçou neste sábado (14) a exclusão da Venezuela da Cúpula das Américas em Lima e pediu a liberdade do ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, a quem consideram um "preso político", em um discurso do chanceler Bruno Rodríguez no encontro.

"A exclusão do presidente Nicolás Maduro desta cúpula é uma afronta a todos os povos de nossa América e um retrocesso histórico imposto pelo atual governo dos Estados Unidos", afirmou o chefe da diplomacia cubana, que representa o presidente Raúl Castro.

"Estamos aqui para defender sua livre determinação e para reiterar a invariável solidariedade de Cuba com a união cívico-militar bolivariana e chavista do povo venezuelano", afirmou Rodríguez.

O chanceler denunciou que a luta contra a corrupção, tema central desta Cúpula, se tornou "uma arma política", que foi usada contra Lula no Brasil.

"Usam a luta contra a corrupção como uma arma política. Os procuradores e juízes agem como partidos políticos", declarou.

"Impedem que os eleitores votem por candidatos com forte apoio popular, como é o caso do presidente preso político Luiz Inácio Lula da Silva, cuja liberdade pedimos", acrescentou o chanceler aos presentes, entre eles o presidente Michel Temer.

O chanceler cubano foi um dos poucos a elogiar as polêmicas eleições venezuelanas, nas quais Maduro tenta a reeleição.

"Desejamos sucesso na próxima eleição presidencial na Venezuela", concluiu Rodríguez.

* AFP

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJovem consegue fugir em Balneário Camboriú após suspeita de sequestro em Joinville https://t.co/lSKUOpOdsf #LeianoANhá 15 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJovem é libertada em Balneário Camboriú após suspeita de sequestro em Joinville https://t.co/Dh8D450ixA #LeianoANhá 16 horas Retweet

Mais sobre

A Notícia
Busca