Presidente filipino anuncia saída do país do Tribunal Penal Internacional - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

 

Manila14/03/2018 | 06h09

Presidente filipino anuncia saída do país do Tribunal Penal Internacional

AFP
AFP

O presidente filipino Rodrigo Duterte anunciou nesta quarta-feira que vai retirar o país do tratado do Tribunal Penal Internacional (TPI), que está examinando a letal guerra contra as drogas de seu governo.

"Eu declaro que os filipinos retiram sua ratificação do Estatuto de Roma com efeito imediato", afirmou o presidente em um comunicado.

O tribunal com sede em Haia anunciou no início de fevereiro a abertura de uma investigação preliminar sobre milhares de mortes atribuídas à "guerra contra as drogas" iniciada por Duterte após sua eleição em 2016.

O presidente filipino declarou na ocasião que estava fora da jurisdição do TPI e argumentou que a legislação local não proíbe especificamente as execuções extrajudiciais, ameaçando retirar o país do tratado que criou a única jurisdição internacional para crimes de guerra.

Desde sua eleição em 2016, quase 4.100 supostos traficantes e consumidores de drogas morreram em uma grande operação policial contra as drogas.

Os defensores dos direitos humanos, no entanto, acreditam que o número real de mortos é três vezes maior que o dado oficial e superaria 12.000.

* AFP

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPrograma de educação financeira é ampliado para todas as escolas de Joinville https://t.co/LH42GQzn77 #LeianoANhá 49 segundosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaHomem sofre tentativa de assassinato após briga em Guaramirim https://t.co/A3GL7eKTh2 #LeianoANhá 2 horas Retweet
A Notícia
Busca