Ex-presidente sul-coreano comparece à Procuradoria por caso de corrupção - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

Seul13/03/2018 | 22h49

Ex-presidente sul-coreano comparece à Procuradoria por caso de corrupção

AFP
AFP

O ex-presidente sul-coreano Lee Myung-bak (conservador) se desculpou nesta terça-feira "por ter gerado preocupações" antes de comparecer à Procuradoria no contexto de uma investigação por corrupção que o ex-chefe de Estado chamou de "política".

O ex-presidente é suspeito de ter aceitado múltiplos subornos.

"Sinto muito ter gerado preocupações", declarou Lee ao chegar à Procuradoria.

O caso pelo qual é investigado inclui pagamentos de subornos por um total de vários milhões de euros durante o mandato de Lee (2008-2013), de 76 anos na atualidade.

Dois ex-conselheiros do presidente foram detidos e a moradia e o escritório de seu irmão Lee Sang-Deuk, de 82 anos, foram registrados.

Ex-advogado, Lee Sang-Deuk, que exerceu grande influência durante o mandato de seu irmão, foi condenado em 2013 por corrupção em outro caso e passou 14 meses na prisão.

Quase de forma sistemática, a alternância no poder na Coreia do Sul é acompanhada pela abertura de diligências contra o ex-presidente. Todos os ex-presidentes sul-coreanos foram investigados em vida pela justiça.

* AFP

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJEC anuncia que não renovará com sete atletas para nova temporada https://t.co/kkq0Dz8USn #LeianoANhá 44 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaFiança paga por motorista pode ir para família de mulher atropelada em Joinville https://t.co/NYPqeIgR5H #LeianoANhá 53 minutosRetweet
A Notícia
Busca