Espanha tem protestos maciços por 'pensões dignas' - Mundo - A Notícia

Vers?o mobile

 

Madri17/03/2018 | 19h08

Espanha tem protestos maciços por 'pensões dignas'

AFP
AFP

Desafiando o frio e até mesmo a neve, dezenas de milhares de aposentados se manifestaram neste sábado (17) em toda a Espanha para exigir "pensões dignas" do governo de Mariano Rajoy, que pretende elevá-las este ano em apenas 0,25%, muito abaixo da inflação.

Os sindicatos, que também temem uma privatização da direita governista, haviam convocado para este sábado umas cem manifestações em todo o país.

A mais numerosa reuniu 115.000 pessoas em Bilbao (País basco, norte), segundo a Polícia local. Em Barcelona foram 30.000, também segundo a Polícia local. Em Madri, dezenas de milhares em duas manifestações e milhares de pessoas também foram às ruas de Sevilla, Zaragoza, Valladolid e Alicante, entre outras.

"O êxito das manifestações a favor das pensões públicas lança uma mensagem inequívoca ao governo de Mariano Rajoy", afirmou na manifestação de Madri Unai Sordo, secretário-geral do sindicato de Comissões Operárias (CCOO), o mais importante do país.

"É preciso reavaliar as pensões para que os pensionistas não percam poder aquisitivo (...) É questão de vontade política e vamos dizer-lhe das propostas e da rua", acrescentou.

"Tem que haver uma alta geral", afirmou Pepe Álvarez, líder de outro grande sindicato, o UGT.

Com o apoio da oposição, exigem que as pensões subam ao ritmo da inflação, que encerrou 2017 com 1,2% interanual, sobretudo em um país onde o PIB cresceu acima de 3% nos três últimos anos.

* AFP

 
A Notícia
Busca
Imprimir