Universo excêntrico de Wes Anderson abre um Festival de Berlim marcado pelo #MeToo - Mundo - A Notícia

Versão mobile

Berlim15/02/2018 | 07h29

Universo excêntrico de Wes Anderson abre um Festival de Berlim marcado pelo #MeToo

AFP
AFP

O americano Wes Anderson, criador de um universo inconfundível, apresentará nesta quinta-feira na Berlinale seu segundo filme de animação, "Ilha de Cachorros", que marcará o início de um festival sacudido pelas consequências do movimento #MeToo.

Dezenove filmes disputarão o Urso de Ouro, que será anunciado em 24 de fevereiro.

Primeiro festival europeu desde a explosão do escândalo sobre o produtor americano Harvey Weinstein, acusado de abusos sexuais, e do surgimento da campanha #MeToo, a Berlinale informou que trabalhará para promover a igualdade e o respeito às mulheres na indústria do cinema.

O diretor do festival, Dieter Kosslick, anunciou que descartou filmes que tinham diretores, atores ou pessoas ligadas à produção alvos de acusações confiáveis de abusos sexuais.

- Acusações contra cineasta coreano -

Mas na véspera do início do festival, uma atriz sul-coreana, que pediu anonimato, criticou a Berlinale por ter convidado o cineasta Kim Ki-Duk e seu filme "Human, Space, Time, and Human". Ela acusou o diretor de agressão e de tê-la obrigado a rodar cenas de sexo improvisadas quando trabalhava em um de seus filmes.

A Berlinale informou que aguarda "informações detalhadas".

Um fórum sobre a igualdade acontecerá durante o festival, que selecionou quatro filmes dirigidos por mulheres para disputar o Urso de Ouro.

"Não e muito, mas é alguma coisa", admitiu Kosslick.

"Ilha de Cachorros" de Anderson, diretor de filmes como "O Grande Hotel Budapeste" e "Os Excêntricos Tenenbaums", abrirá o evento, que deve exibir quase 400 filmes em 11 diass.

- Bryan Cranston e Bill Murray no tapete vermelho -

Os atores Bryan Cranston, Bill Murray, Jeff Goldblum e Greta Gerwig, que dublam os cachorros do filme, são aguardados no tapete vermelho.

O longa-metragem narra as aventuras de um menino, Atari, que busca seu fiel companheiro Spots, colocado em quarentena em uma ilha japonesa por uma epidemia de gripe canina.

Esta é quarta vez que Anderson disputa o Urso de Ouro, que será definido por um júri presidido pelo cineasta alemão Tom Tykwer.

- Filmes brasileiros -

Gus van Sant apresentará "Don't Worry, He Won't Get Far On Foot", no qual Joaquin Phoenix interpreta um tetraplégico alcoólatra.

"Damsel", apresentado como um western feminista, é protagonizado por Robert Pattinson e Mia Wasikowska.

Fora de competição, o brasileiro José Padilha ("Tropa de Elite", que venceu o Urso de Ouro em 2008) apresentará "7 Dias em Entebbe", uma coprodução EUA-Inglaterra sobre a operação israelense para libertar os reféns de um aviã sequestrado pela Organização para a Libertação da Palestina em 1976.

O documentário "O Processo", da brasileira Maria Augusta Ramos, que disputa a mostra paralela Panorama, acompanha o processo que resultou na destituição da ex-presidente Dilma Rousseff em 2016, do ponto de vista da defesa.

* AFP

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaAcidente entre carro e moto deixa duas pessoas feridas na SC-418 https://t.co/LSYn4pBIJ2 #LeianoANhá 11 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaCorpo de mulher é encontrado em rio na noite de sexta-feira https://t.co/KpPGutrRtY #LeianoANhá 15 horas Retweet
A Notícia
Busca