Nova York processa empresa de Weinstein por não proteger funcionários de assédio - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

Nova York11/02/2018 | 20h04

Nova York processa empresa de Weinstein por não proteger funcionários de assédio

AFP
AFP

O procurador-geral do estado de Nova York, Eric Schneiderman, anunciou neste domingo que apresentou uma ação judicial contra o estúdio do ex-produtor de Hollywood Harvey Weinstein por não proteger seus funcionários de assédio e agressão sexual.

"A denúncia do procurador-geral garante que os executivos da empresa e da diretoria fracassaram reiteradamente em proteger os funcionários contra o assédio sexual, a intimidação e a discriminação do então presidente Harvey Weinstein", indica a Procuradoria em um comunicado.

O produtor foi acusado por uma centena de mulheres de assédio, agressões sexuais e até estupro. Várias vítimas acionaram a Justiça, mas, até o momento, ele não foi indiciado em nenhum caso.

* AFP

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaEx-prefeito Carlito Merss recebe alta do Hospital Regional, em Joinville https://t.co/873aIkk3wm #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaOperação na Zona Sul de Joinville resulta em 38 prisões por furto de energia https://t.co/AFaSQLX7wE #LeianoANhá 6 horas Retweet
A Notícia
Busca