Relatório da ONU conclui que Irã violou embargo de armas ao Iêmen - Mundo - A Notícia

Versão mobile

Nações Unidas12/01/2018 | 19h15

Relatório da ONU conclui que Irã violou embargo de armas ao Iêmen

AFP
AFP

O Irã violou um embargo de armas da ONU imposto ao Iêmen, ao não impedir que os rebeldes huthis obtivessem drones e mísseis balísticos que foram lançados contra a Arábia Saudita - aponta um relatório das Nações Unidas, ao qual a AFP teve acesso nessa sexta-feira (12).

Essas conclusões podem fazer Washington e Riad reforçarem suas acusações de que Teerã forneceu um arsenal aos huthis em sua guerra contra a coalizão liderada pela Arábia Saudita.

"O painel identificou partes de mísseis, equipamento militar e dispositivos militares aéreos não tripulados de origem iraniana, que foram introduzidos no Iêmen após o embargo de armas", afirma o documento apresentado na terça-feira ao Conselho de Segurança.

"Como consequência, o painel apontou que a República Islâmica do Irã não cumpre o parágrafo 14 da resolução 2216" do Conselho de Segurança, que impôs um embargo à venda de armas ao Iêmen em 2015, detalhou o relatório.

O Irã nega reiteradamente ter armado os huthis e, em dezembro de 2017, acusou a embaixadora americana na ONU, Nikky Haley, de ter "fabricado" provas que apontando que um míssil lançado contra o aeroporto de Riad em 4 de novembro foi fabricado no Irã.

A diplomata americana garantiu ao Conselho de Segurança, ainda em dezembro, que pressionará para que se tomem medidas contra Teerã por fornecer mísseis disparados contra seu aliado, mas a Rússia já antecipou que não apoiará seus planos.

Embora os especialistas da ONU tenham assegurado que o míssil era iraniano, não conseguiram identificar quem o fabricou, ressaltando que Teerã não forneceu as informações solicitadas pelo painel.

Os especialistas viajaram para a Arábia Saudita em novembro e dezembro do ano passado para analisar os restos dos mísseis lançados pelos huthis em maio, julho, novembro e dezembro.

* AFP

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPrefeitura de Joinville não tem dados que justifiquem decretar situação de emergência https://t.co/YN67N4fgek #LeianoANhá 48 segundosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaAutor do primeiro gol do JEC, Thiago Alagoano revela sonho do elenco no Campeonato Catarinense https://t.co/DXY5avYpDF #LeianoANhá 6 minutosRetweet
A Notícia
Busca