Corte sul-coreana condena ex-ministra da Cultura - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

 

Seul23/01/2018 | 01h09

Corte sul-coreana condena ex-ministra da Cultura

AFP
AFP

Um tribunal de apelação da Coreia do Sul condenou nesta terça-feira a ex-ministra da Cultura Cho Yoon-Sun a dois anos de prisão por seu papel na elaboração de uma lista negra de 10 mil artistas vistos como críticos do governo do distrito de Park Geun-Hye.

Cho havia inicialmente sido absolvida em julho, levando os promotores a recorrer.

Antes de se tornar ministra da cultura em 2016, Cho era assessor de políticas para a Park. Para o tribunal, é "razoável" acreditar que ela havia colaborado em "tentativas de conter o apoio estatal para certos artistas".

Cho, que estava em liberdade sob fiança, foi imediatamente presa no tribunal.

A lista negra, que surgiu em 2016, tinha como alvo artistas que demandavam subsídios estatais e financiamento privado, colocando-os sob vigilância estatal.

Muitos desses artistas haviam manifestado apoio para os partidos de oposição, ou criticaram Park e suas políticas.

A lista inclui artistas de cinema, teatro, dança, música e literatura, como o vencedor de 2016 do prêmio Man Booker International Prize, Han Kang.

Park foi destituída no ano passado após um grande escâncalo de corrupção que chocou o país.

* AFP

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaNa estreia do técnico, JEC perde por 3 a 0 para o Botafogo-SP https://t.co/WdtG4OpoP9 #LeianoANhá 12 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaOperação fecha nove bares neste fim de semana em Joinville https://t.co/YRKVbb05FP #LeianoANhá 14 horas Retweet
A Notícia
Busca