China e Rússia devem ajudar a resolver crise norte-coreana, diz Trudeau - Mundo - A Notícia

Versão mobile

 

Ottawa12/01/2018 | 20h30

China e Rússia devem ajudar a resolver crise norte-coreana, diz Trudeau

AFP
AFP

A China e a Rússia - apesar de não terem sido convidadas para a conferência no Canadá sobre a crise da Coreia do Norte - devem ajudar a aliviar as tensões na península coreana, disse o primeiro-ministro Justin Trudeau nesta sexta-feira.

O Canadá e os Estados Unidos são co-anfitriões de ministros estrangeiros de mais de uma dúzia de países em Vancouver, entre os dias 15 e 17 de janeiro, com o objetivo de fortalecer os esforços diplomáticos para livrar a península coreana de armas nucleares.

"Continuaremos o diálogo contínuo com todos os parceiros, incluindo países como a Rússia e a China, que desempenharão um papel importante na direção da paz na península coreana".

O chamado Grupo Vancouver é formado pelos países que lutaram na Guerra da Coreia de 1950-53. Eles incluem a Coreia do Sul, Grã-Bretanha, Filipinas e Austrália.

"Todos nós sabemos que a comunidade internacional está desempenhando um papel extremamente importante na destruição, desaceleração das tensões na península coreana", disse Trudeau.

"O diálogo continuado e em muitos locais diferentes serão o caminho a seguir", acrescentou.

* AFP

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaSaiba como fazer uma composteira e seus benefícios para Joinville https://t.co/N8Er7UsT7n #LeianoANhá 30 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaStammtisch reúne 30 mil pessoas e bate recorde de público em Joinville https://t.co/o3p9KysHzn #LeianoANhá 13 horas Retweet

Mais sobre

A Notícia
Busca