Diretor da Berlinale deixará função que ocupou por 16 anos - Mundo - A Notícia

Versão mobile

Berlim05/12/2017 | 18h36

Diretor da Berlinale deixará função que ocupou por 16 anos

AFP
AFP

O Ministério da Cultura alemão anunciou nesta terça-feira (5) que Dieter Kosslick, diretor da Berlinale, o Festival de Cinema de Berlim, deixará sua função em maio de 2019, ao fim de seu contrato, em meio a críticas de vários cineastas.

Dieter Kosslick, que dirige a Berlinale há 16 anos, indicou que "não estava disponível para uma função dirigente na próxima Berlinale", após a expiração de seu contrato, no fim de maio de 2019, segundo o comunicado do ministério.

Este anúncio é feito quando o festival, cuja 68ª edição será celebrada entre os dias 15 e 25 de fevereiro de 2018, está afundado em uma polêmica desde que 80 cineastas, entre eles Fatih Akin (Urso de Ouro em 2004 por "Contra a parede"), assinaram uma carta aberta exigindo uma renovação profunda do evento.

Esta carta foi interpretada como uma crítica ao diretor da mostra.

Embora seja um dos grandes encontros anuais na Europa, o Festival de Berlim fica muito atrás de Cannes e Veneza, e tem problemas para atrair as grandes estrelas de Hollywood.

Os signatários da carta pedem total transparência ao escolher o próximo diretor.

O objetivo é encontrar uma personalidade "apaixonada pelo cinema e que disponha dos melhores contatos no mundo (do cinema) e esteja em medida de, no futuro, levar o festival ao mesmo nível de Cannes e Veneza", segundo os cineastas, entre eles Maren Ade ("Toni Erdmann") e Volker Schlöndorff ("O nono dia").

* AFP

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaVÍDEO: Área de mata pega fogo na avenida Santos Dumont, em Joinville https://t.co/BuAksYgTSG #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaÁrea de mata pega fogo na avenida Santos Dumont, em Joinville https://t.co/8mVayRtxlr #LeianoANhá 1 horaRetweet
A Notícia
Busca