TOPSHOTS Família de australiana assassinada nos EUA quer repatriar seu corpo - Mundo - A Notícia

Versão mobile

Chicago20/07/2017 | 21h44

TOPSHOTS Família de australiana assassinada nos EUA quer repatriar seu corpo

AFP
AFP

A família da mulher australiana desarmada que foi assassinada por um policial no estado americano de Minnesota planeja repatriar seu corpo.

Membros da família de Justine Damond declararam ao jornal Star Tribune que ainda estavam tentando entender a tragédia e que esperavam uma solução rápida na investigação sobre o crime.

"Tudo que queremos é trazer Justine para a Austrália e nos despedirmos dela em sua cidade natal, com a sua família e amigos", disse a família em um comunicado divulgado pelo jornal.

Os investigadores do disparo que aconteceu no último sábado não deram muitos detalhes, mas asseguraram que um dos policiais envolvidos, Matthew Harrity, disse que se assustou com um barulho forte logo antes de Damond se aproximar da viatura que ele estava dirigindo.

O colega de Harrity, Mohamed Noor, atirou do assento do copiloto, atingindo Damond no abdome, de acordo com as autoridades.

A australiana de 40 anos, instrutora de meditação e 'life coach', que tinha chamado a polícia para relatar que tinha ouvido uma possível agressão sexual, morreu no local.

O advogado de Harrity, Fred Bruno, sugeriu na quarta-feira que os agentes podem ter temido uma emboscada, uma hipótese que o advogado da família Damond qualificou de "ridícula", visto que a vítima não estava armada.

O advogado acrescentou que a família de Damond pode considerar apresentar uma ação civil.

* AFP

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaRegime disciplinar mais rigoroso no sistema prisional está previsto para o próximo ano em Santa Catarina https://t.co/1QGOYpMPRr #LeianoANhá 2 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A Notícia¿A reforma da Previdência é a espinha dorsal do ajuste fiscal¿, afirma Zeina Latif https://t.co/tvIkhP5qXB #LeianoANhá 3 horas Retweet
A Notícia
Busca