Legisladores americanos querem criar força espacial - Mundo - A Notícia

Versão mobile

Washington14/07/2017 | 22h04

Legisladores americanos querem criar força espacial

AFP
AFP

Legisladores americanos apresentaram nesta sexta-feira um projeto de lei que inclui uma cláusula para criar um novo braço nas Forças Armadas chamado "Space Corps", que se concentraria nas operações espaciais.

A proposta de criar esta força espacial encontrou uma forte resistência da administração Trump, que assegura que não há necessidade de criar outra instância de burocracia militar.

Mas os que promovem o projeto, assim como alguns legisladores, acreditam que os ativos espaciais e sua excessiva dependência dos satélites precisam de uma divisão especial que os proteja e os supervisione.

O chefe do Pentágono, Jim Mattis, expressou sua opinião nesta semana em uma carta a um congressista: "Em um momento em que estamos tentando integrar as funções do Departamento (de Defesa), não quero criar outra unidade que certamente ofereceria um enfoque mais estreito e até mais provinciano das operações espaciais".

Mattis escreveu ao congressista Michael Turner, que também é contra a criação de um Space Corps.

Seria "prematuro acrescentar cargos organizacionais e administrativos ao Departamento em um momento no qual estou tentando fazer reduções", acrescentou.

A secretária da Força Aérea, Heather Wilson, também manifestou aos legisladores sua oposição ao projeto: "Dedicar-nos a uma mudança organizacional dessa magnitude nos faria perder velocidade neste momento", disse.

Apesar de tudo, a iniciativa de criar um braço militar para trabalhos espaciais evidencia a excessiva dependência do espaço pelos serviços armados na hora de travar uma guerra.

Os sistemas de GPS estão presentes em grande parte da tecnologia militar, e uma rede de sensores e satélites flutuando na órbita espacial oferecem informação contínua e de importância vital.

* AFP

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaLoetz: PIB cresce 1,5% neste ano, afirma presidente da CNI durante evento em Joinville https://t.co/mWqIZ7FSG1 #LeianoANhá 32 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaRejane Gambin: Prêmio Oxford está com inscrições abertas https://t.co/69zUOTzSUh #LeianoANhá 1 horaRetweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros