Bruxelas examina suspeita de cartel da indústria automobilística alemã - Mundo - A Notícia

Versão mobile

Bruxelas22/07/2017 | 13h19

Bruxelas examina suspeita de cartel da indústria automobilística alemã

AFP
AFP

A Comissão Europeia anunciou neste sábado que está examinando informações relativas a um possível cartel entre os grandes fabricantes de automóveis alemães.

"A Comissão Europeia e o departamento anti-cartel alemão receberam informações" sobre um possível cartel entre as fabricantes de automóveis alemães Volkswagen, Audi, Porsche, BMW e Daimler, "que estão sendo examinadas pela Comissão", informou o Executivo europeu, guardião da concorrência no bloco.

"Neste momento é prematuro especular mais", acrescentou um porta-voz da Comissão. "A Comissão Europeia e as autoridades nacionais de concorrência cooperam estreitamente entre elas nesse tipo de assunto", acrescentou.

Após este exame, o Executivo europeu decidirá se abre ou não uma investigação, que poderia durar vários anos antes de decidir sobre uma eventual sanção financeira.

As declarações da Comissão Europeia respondem a um artigo do semanário alemão Der Spiegel segundo o qual Volkswagen, Audi, Porsche, BMW e Daimler teriam formado um cartel desde os anos 1990, articulando-se principalmente a redução das emissões poluentes dos veículos a diesel.

Segundo a Der Spiegel, a informação consta em "um documento escrito que o grupo VW remeteu às autoridades de concorrência" em julho de 2016, como "uma espécie de autodenúncia". A Daimler também teria se denunciado, segundo o semanário.

Os cartéis estão proibidos na UE porque prejudicam a concorrência e aos consumidores. A Comissão pode impor severas multas às empresas que façam esse tipo de arranjo.

* AFP

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaNovo pátio começa a receber veículos em Jaraguá do Sul https://t.co/QxYyPh5Liu #LeianoANhá 2 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaCasal é preso por tráfico de drogas em rodoviária de Jaraguá do Sul https://t.co/t4bujWXEWp #LeianoANhá 2 horas Retweet
A Notícia
Busca