Veja as reações dos líderes mundiais à morte de Fidel - Mundo - A Notícia

Versão mobile

Repercussão26/11/2016 | 23h33Atualizada em 27/11/2016 | 13h57

Veja as reações dos líderes mundiais à morte de Fidel

Dezenas de políticos se manifestaram sobre a morte do líder cubano

AFP
AFP

Dirigentes de todas as partes do mundo lamentaram, ou expressaram de forma discreta, seus pêsames pela morte do líder cubano Fidel Castro, ocorrida na noite de sexta-feira, aos 90 anos. Veja o que eles disseram:

Michel Temer
"Fidel Castro foi um líder de convicções. Marcou a segunda metade do século 20 com a defesa firme das ideias em que acreditava".

Lula
"Seu espírito combativo e solidário animou sonhos de liberdade, soberania e igualdade. Nos piores momentos, quando ditaduras dominavam as principais nações de nossa região, a bravura de Fidel Castro e o exemplo da Revolução Cubana inspiravam os que resistiam à tirania".

"Sinto sua morte como a perda de um irmão mais velho, de um companheiro insubstituível, do qual jamais me esquecerei".

Dilma Rousseff
"A morte do comandante Fidel Castro, líder da revolução cubana e uma das mais influentes expressões políticas do século 20, é motivo de luto e dor. Fidel foi um dos mais importantes políticos contemporâneos e um visionário que acreditou na construção de uma sociedade fraterna e justa (...) Hasta siempre, Fidel!".

Renan Calheiros
"Em nome do Congresso Nacional, lamento a morte de Fidel Castro que, a despeito de suas convicções e ideologias políticas, foi um homem que marcou a História mundial".

Barack Obama
"Os Estados Unidos estendem a "mão da amizade ao povo cubano", após a morte de Fidel Castro".

"A história registrará e julgará o enorme impacto de sua personalidade singular no povo e no mundo em volta dele (...) Durante a minha presidência, trabalhamos duro para deixar o passado para trás, perseguindo um futuro no qual a relação entre nossos dois países seja definido não por nossas diferenças, mas por muitas coisas que compartilhamos como vizinhos e amigos".

Presidente eleito dos EUA, Donald Trump
"Fidel morreu!"

"Hoje o mundo é testemunha do falecimento de um ditador brutal que oprimiu seu próprio povo por quase seis décadas (...) Embora as tragédias, as mortes e a dor provocadas por Fidel Castro não possam ser apagadas, nossa administração fará todo o possível para assegurar que os cubanos possam finalmente começar seu caminho rumo à prosperidade e à liberdade que tanto merece".

Papa Francisco
"Expresso meus sentimentos de pesar a vossa excelência e aos demais familiares do falecido dignatário, assim como ao governo e ao povo desta amada nação", manifestou o papa Francisco em um telegrama enviado ao presidente Raúl Castro.

Presidente chinês, Xi Jinping
"O povo chinês perdeu um camarada bom e sincero. O camarada Castro viverá eternamente. Era um grande homem da nossa época".

Presidente da Coreia do Norte, Kim Jong-Un
"(...) Foi o líder extraordinário do povo cubano (...) que fez diferentes contribuições à causa da independência contra o imperialismo, a causa do socialismo e a justiça (... e) estabeleceu o sistema socialista, por meio do qual o povo se transformou em seu autêntico amo pela primeira vez na História do Hemisfério Ocidental (...) As preciosas façanhas que realizou permanecerão para sempre nos corações dos povos dos nossos dois países e nos corações da humanidade progressista".

Presidente russo, Vladimir Putin
"O nome deste distinto homem de Estado é, com razão, considerado o símbolo de uma Era na História mundial contemporânea" e "um amigo sincero e confiável da Rússia".

Ex-presidente soviético Mikhail Gorbachev
"Fidel resistiu e fortaleceu seu país durante o bloqueio americano mais duro, quando havia uma pressão colossal sobre ele e, mesmo assim, tirou seu país desse bloqueio para um caminho de desenvolvimento independente".

Presidente francês, François Hollande
"Fidel Castro foi uma grande figura do século 20. Suscitou muita esperança com a Revolução Cubana, foi para muitos povos da América Latina - e não apenas -, em um momento uma referência", mas "também houve desilusões".

"Quero insistir em que o embargo que pune Cuba seja definitivamente suspenso" e que "Cuba possa ser plenamente considerada na comunidade internacional como um sócio".

Rei da Espanha, Felipe VI
"Fidel Castro é uma figura de indiscutível significado histórico. Por isso, neste momento, quero recordar muito especialmente seus laços familiares e vínculos com a Espanha", afirmou o monarca a respeito do líder cubano, filho de pai espanhol e mãe de ascendência espanhola.

Presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy
"Minhas condolências ao governo e às autoridades cubanas pelo falecimento do ex-presidente Fidel Castro, uma figura de porte histórico".

Primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras
"Adeus, comandante. Hasta la victoria siempre".

Presidente filipino, Rodrigo Duterte
"Foi um revolucionário que, além de assumir o poder político da Ilha (...), se alçou contra o Ocidente e o capitalismo".

Premiê indiano, Narendra Modi
"Foi um dos personagens mais icônicos do século XX. A Índia lamenta a morte de um grande amigo".

Presidente do Sri Lanka, Maithripala Sirisena
"O icônico líder de uma Era de revolução recebe o adeus do mundo inteiro. Descanse em paz, camarada Fidel Castro".

Primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau
"Os canadenses "se unem ao povo cubano no luto pela perda de um líder extraordinário".

"Fidel Castro, um líder fora do comum, esteve há quase meio século a serviço do povo cubano. Revolucionário e orador lendário, Castro fez importantes avanços nos âmbitos da Educação e da Saúde em sua ilha natal".

"Seus partidários e seus críticos reconheciam seu imenso amor e entrega para com o povo cubano, que sentia um afeto profundo e duradouro para 'O Comandante'", acrescentou.

Presidente sírio, Bashar al-Assad
"O grande líder Fidel Castro comandou a luta de seu povo e de seu país contra o imperialismo e a hegemonia durante décadas".

"Sua resistência se tornou lendária e inspirou líderes e povos do mundo inteiro [...] Cuba, um país amigo, pôde, graças aos seus líderes, resistir às sanções mais duras e às campanhas mais injustas da nossa História moderna".

Presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos
Castro"reconheceu, ao fim de seus dias, que a luta armada não era o caminho" e "contribuiu, assim, para pôr fim ao conflito colombiano".

"Lamentamos a morte de Fidel Castro. Acompanhamos seu irmão, Raúl, e sua família neste momento. Nossa solidariedade com o povo Cubano".

Líder das Farc Timoleón Jiménez "Timochenko"
"Partiu um dos grandes homens da América e do mundo. Glória eterna à sua memória! Viva Fidel, porra!!!"

Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro
"Fidel Castro "foi e continuará sendo uma lenda viva pelo que fez e ainda tem por fazer, porque tudo o que nós fizermos ele mesmo estará fazendo".

"Fidel, voa tranquilo, voa em paz, que nós estamos aqui".

"A tod@s @s Revolucionari@s do Mundo corresponde seguir com seu Legado e sua Bandeira de Independência, de Socialismo, de Pátria Humana" (Twitter).

Presidente da Bolívia, Evo Morales
"Em nome do povo boliviano, expresso condolências e solidariedade à família, ao governo e ao povo cubano pela perda de um gigante da história (...) Nossa admiração e respeito por Fidel, o líder que nos ensinou a lutar pela soberania do Estado e pela dignidade dos povos do mundo" (Twitter).

Ex-presidente argentina Cristina Kirchner
"Fidel e Cuba entrando definitivamente na Grande História. Junto de seu povo, exemplo de dignidade e soberania" (Twitter).

Presidente do México, Enrique Peña Nieto
"Fidel Castro foi um amigo do México, promotor de uma relação bilateral baseada no respeito, no diálogo e na solidariedade" (Twitter).

Presidente do Equador, Rafael Correa
"Se foi um grande. Morreu Fidel. Viva Cuba! Viva América Latina!" (Twitter).

"Cumpriu e de sobra, em demasia, sua missão, liberar sua adorada Cuba, demonstrar que outro mundo é possível, lutar pela equidade, pela justiça social".

"Fidel Castro muito provavelmente foi o latino-americano mais influente do século 20".

Ex-presidente do Uruguai José Mujica
"Tem em Fidel (...) uma estatura de Quixote porque lhe coube viver em um longo período de sua história desafiando a primeira potência mundial", para o que teve "coragem, decisão e capacidade de resistência".

Presidente de El Salvador, Sánchez Cerén
"Com profunda dor, recebemos a notícia do falecimento de um querido amigo e eterno companheiro, comandante Fidel Castro" (Twitter).

Presidente do Chile, Michelle Bachelet
"Minhas condolências ao presidente Raúl Castro pela morte de Fidel, um líder pela dignidade e justiça social em Cuba e na América Latina".

Presidente da Guatemala, Jimmy Morales
"O Povo e o Governo da Guatemala nunca se esquecerão de Fidel Castro por ser um amigo que estendeu sua mão quando mais precisávamos dela".

Ex-jogador argentino Diego Armando
"Foi muito chocante. Fui tomado de uma dor terrível porque ele foi como um segundo pai".

Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos
Disse estar "profundamente consternado" com a morte de Fidel.

Castro foi uma "figura ímpar de transcendente importância histórica que marcou sua época pelo papel que desempenhou em seu país e nas grandes transformações da humanidade, pela liberdade, pela justiça social e pelo desenvolvimento dos povos".

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaConmebol confirma título da Chapecoense na Copa Sul-Americana https://t.co/DRSnXaMH9jhá 17 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaTrês pessoas morrem em acidente na BR-101, em Joinville https://t.co/l8OUqDJflmhá 18 horas Retweet
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros