ONU implora pelo acesso de ajuda humanitária no leste de Aleppo - Mundo - A Notícia

Versão mobile

Nações Unidas28/11/2016 | 18h28

ONU implora pelo acesso de ajuda humanitária no leste de Aleppo

A ONU pediu, nesta segunda-feira (28), o fim dos bombardeios contra civis no leste de Aleppo e que se permita a entrada de ajuda humanitária nessa parte da sitiada cidade síria.

O porta-voz da ONU, Stéphane Dujarric, lembrou que o setor rebelde de Aleppo não recebe qualquer ajuda desde o início de julho e que as provisões estão perto de acabar.

As últimas rações entregues pelo Programa Mundial de Alimentos terminaram em 13 de novembro, e as reservas de outras agências humanitárias "diminuem, o que deixa o leste de Aleppo sem alimentos", completou.

As Nações Unidas estão "extremamente preocupadas" com os 275 mil civis presos nessa região, que vivem "em condições terríveis".

"Pedimos encarecidamente a todos os beligerantes que cessem seus bombardeios cegos, que protejam os civis e as infraestruturas civis, e que permitam o ingresso de ajuda humanitária urgente como exige o Direito Internacional Humanitário", declarou.

A ONU está pronta para socorrer, de todas as maneiras possíveis, os milhares de civis que fogem da cidade, acrescentou o porta-voz.

Os rebeldes perderam um terço do leste de Aleppo, recuperado pelas forças do governo, que esperam derrubar rapidamente o principal bastião da oposição.

Em meio a bombardeios devastadores e a conflitos nas ruas, milhares de civis continuam fugindo para zonas mais seguras, depois de terem resistido ao cerco imposto por Damasco por quatro meses.

avz/bdx/nk/yow/tt

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPrimeiro relatório da temporada aponta 44 pontos impróprios para banho em SC https://t.co/mWmj1CVZKehá 2 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaCorpo é encontrado às margens da BR-101, em Joinville https://t.co/iT10L1DbWkhá 2 horas Retweet
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros