ONU: 16.000 civis fugiram do leste de Aleppo e situação é "alarmante" - Mundo - A Notícia

Versão mobile

Genebra29/11/2016 | 07h45

ONU: 16.000 civis fugiram do leste de Aleppo e situação é "alarmante"

Um total de 16.000 civis fugiram do leste de Aleppo nos últimos dias para outras áreas da cidade, anunciou nesta terça-feira em Genebra a ONU, que citou uma situação "alarmante e aterradora".

"Estou extremamente preocupado com o destino dos civis por causa da situação alarmante e aterradora na cidade de Aleppo", afirmou o diretor de operações humanitárias da ONU, Stephen O'Brien, em um comunicado.

No leste de Aleppo, controlado pelos rebeldes, a "intensificação dos combates em terra e os bombardeios indiscriminados nos últimos dias teriam provocado a morte ou deixado feridos dezenas de civis, ao mesmo tempo que não resta nenhum hospital em funcionamento e as reservas de alimentos estão praticamente esgotadas", destacou.

Os 250.000 civis que vivem no setor rebelde de Aleppo, cercados pelo regime sírio desde julho, começaram a fugir nos últimos dias.

"As primeiras informações indicam que até 16.000 pessoas se deslocaram, muitas delas em condições incertas e precárias. É provável que outros milhares tentem fugir se os combates continuarem (...) com intensificação nos próximos dias", completou O'Brien.

A batalha pelo controle de Aleppo, segunda maior cidade da Síria, tem uma clara vantagem do regime, que está retomando um a um os bairros controlados pelos rebeldes.

* AFP

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJEC/Krona já está concentrado em cidade vizinha ao palco do jogo https://t.co/yReBOE1MJh #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaBom Dia! Esta é a Capa do A Notícia desta sexta-feira. Leia mais em https://t.co/LytXFcCFA1 https://t.co/BSwQ5gjODvhá 3 horas Retweet

Mais sobre

A Notícia
Busca