Visitas na Estrada Dona Francisca favorecem imersão na história em Rio Negrinho - Geral - A Notícia

Versão mobile

 

Região29/07/2018 | 13h54Atualizada em 29/07/2018 | 13h59

Visitas na Estrada Dona Francisca favorecem imersão na história em Rio Negrinho

No passeio, alunos de escolas da região conhecem o patrimônio histórico cultural da estrada

Visitas na Estrada Dona Francisca favorecem imersão na história em Rio Negrinho Prefeitura de Rio Negrinho/Divulgação
Foto: Prefeitura de Rio Negrinho / Divulgação

As visitas de educação patrimonial continuam com as escolas de Rio Negrinho. A Prefeitura, por meio da Fundação Municipal de Cultura, vem mobilizando as unidades de ensino para fortalecer a relevância histórico cultural da Estrada Imperial Dona Francisca.  

A ideia se consolidou após a "Caminhada Eco Cultural" realizada neste ano. A mobilização ainda conta com a parceria da Associação dos Historiadores de Rio Negrinho e já recebeu o primeiro público: os alunos do 9º ano da Escola Municipal Aurora Siqueira Jablonski. 

Segundo os organizadores, a importância das ações voltadas ao patrimônio histórico vão além das visitações. O evento da caminhada, por exemplo, movimentou o público com apresentações musicais, obras de arte, fotos de época penduradas na vegetação e cerimonial da cápsula do tempo.  

— O evento reuniu desde alunos, parceiros e até membros da comunidade — contou Adilson Figueiredo de Andrade, diretor presidente da Fundação Municipal de Cultura.  

A iniciativa da aula de patrimônio histórico buscou atender o potencial turístico da região, já que nem todos os moradores conhecem os pontos de visitação de Rio Negrinho. Para isso, no percurso de visitação é falado de como ocorreu o processo de construção da estrada, as primeiras trocas comerciais entre as colônias que proporcionou, entre elas a erva mate, a madeira e o couro curtido. 

— Levando essa informação mostramos para os jovens e crianças sobre a importância em se preservar a história da nossa cidade — complementou Adilson. 

Para agendar o passeio histórico, as escolas podem solicitar a visitação através da fundação, pelo telefone 3644-1665 ou no endereço na rua Treze de Dezembro, número 39, anexo ao Terminal Rodoviário. 

 
A Notícia
Busca