Instituto de formação de músicos de Joinville quer criar orquestra infanto juvenil até 2020 - Geral - A Notícia

Versão mobile

 

Orquestra02/07/2018 | 09h41Atualizada em 02/07/2018 | 09h41

Instituto de formação de músicos de Joinville quer criar orquestra infanto juvenil até 2020

Aulas são direcionadas para crianças a partir de quatro anos e boa parte dos alunos são de escolas públicas

Instituto de formação de músicos de Joinville quer criar orquestra infanto juvenil até 2020 Divulgação/Divulgação
Foto: Divulgação / Divulgação

 O escritor alemão Johann Goethe certa vez escreveu que "quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma, todo o universo conspira a seu favor". Esta frase faz muito sentido para o Instituto Core de Música, localizado em Joinville, que tem um Centro de Formação Profissional de Musicistas direcionado para crianças a partir de quatro anos, cujo objetivo é desenvolver talentos para formar três orquestras: Infanto juvenil (2020), Jovem (2025) e Filarmônica Profissional (2030). 

Desde quando abriu as portas, em 2017, o Instituto Core de Música conta com 150 alunos, boa parte da rede pública de ensino. Vale destacar que 50% das vagas são bolsa integral para esses estudantes, desde que apresentem boas notas na escola regular e frequência e rendimento no Instituto. Os resultados já são visíveis: cidadãos estão sendo formados com valores, disciplina, autoestima, respeito, sabendo trabalhar em equipe e desenvolvendo a liderança para quem quer seguir carreira musical com excelência, sem perder a humildade.

Mas o ICore de Música quer ir além. Sonhou, lançou toda a força de sua alma e o universo está conspirando ao seu favor. A ideia é tirar do papel o projeto da Academia ICore de Música – serão duas etapas: a primeira, onde será construído o Centro de Formação para cerca de 400 alunos; e a segunda, onde será construída uma Sala de Concertos, inspirada na New World Center Concert Hall, com capacidade para 700 pessoas.

O projeto, ousado e inovador, já conta com parceiros renomados mundialmente. A começar pela Nagata Acoustics, que é referência no mundo em arquitetura acústica tendo em seu portfólio espaços como a Philharmonie de Paris, New World Center Concert Hall, em Miami, Walt Disney Concert Hall, em Los Angeles e a Elbphilharmonie de Hamburgo, na Alemanha. 

O consultor sênior da Nagata Acoustics, Motoo Komoda, desembarcou em Joinville neste domingo e nesta segunda-feira (2), inicia os estudos de arquitetura acústica do projeto. Ele visitará ainda o terreno adquirido para a construção de ambos os prédios e à tarde se reunirá com a equipe da Metroquadrado, escritório de Joinville responsável pelo desenvolvimento do projeto arquitetônico. 

- Queremos que a cidade abrace a Academia ICore de Música. Será um espaço para todos usufruírem. Além da formação e das apresentações das Orquestras, que vamos lançar, haverá momentos para fomentar as mais variadas formas da arte, compartilhando vivências e momentos únicos para todos - destaca o Diretor Artístico do Instituto Core de Música, Sergio Ogawa.

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaVÍDEO: Imagens mostram homem deixando o local do crime após morte de pai e irmã em São Bento do Sul https://t.co/ehliPPm6ab #LeianoANhá 14 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaComeça vistoria dos bombeiros nos Museus de Joinville https://t.co/zBCVLNox7T #LeianoANhá 15 horas Retweet
A Notícia
Busca