Cuca de maçã-verde com creme de baunilha vence o 5º Festival de Cucas de Joinville - Geral - A Notícia

Versão mobile

 

Gastronomia07/07/2018 | 17h45Atualizada em 07/07/2018 | 19h06

Cuca de maçã-verde com creme de baunilha vence o 5º Festival de Cucas de Joinville

Disputa acirrada foi decidida após dois empates entre a cuca campeã e a Cuca de Doce de Leite com Baba de Moça; escolha aconteceu no Mercado Público neste sábado

Cuca de maçã-verde com creme de baunilha vence o 5º Festival de Cucas de Joinville Luan Martendal/A Notícia
Os seis finalistas do Festival de Cucas de Joinville preparam os pratos para os jurados escolherem a melhor cuca do ano Foto: Luan Martendal / A Notícia

Uma tarde doce, com sabor de cuca caseira e um toque de emoção deu o tom da escolha da grande campeã do Festival de Cucas de Joinville, realizado neste sábado (7) no Mercado Público Municipal. A 5ª edição do evento consagrou a ‘Cuca de Maçã-verde com Creme de Baunilha’ como a melhor do concurso para o time de dez jurados da final, depois de um empate duplo com a segunda colocada, a ‘Cuca de Doce de Leite com Baba de Moça’. As cucas de ‘Damasco com Crocante de Castanha’, ‘Amendoim com Doce de Leite’, ‘Abacaxi’ e ‘Amora Silvestre’, completaram o quadro de finalistas neste ano.

A iguaria vencedora, criada por Evelyn Putti Ferreira, de 24 anos, recebeu 44,8 pontos ante 41,4 pontos da segunda colocada, produzida por Maicon Seifert Gerker. Esse resultado só foi conquistado depois de o empate persistir por outras duas oportunidades e a vencedora ser escolhida por votação nas casas decimais pelo júri. Isso porque, na disputa com as outras quatro concorrentes, as duas cucas tiveram a mesma pontuação: 44 pontos. Uma segunda rodada foi aberta somente com as cucas de maçã e baba de moça, persistindo o empate na decisão dos jurados em cinco a cinco.

JOINVILLE, SANTA CATARINA, BRASIL (07/07/2018): Final do 5º Festival de Cucas de Joinville.  Evelyn Ferreira venceu o concurso com a Cuca de Maçã Verde com Creme de Baunilha, depois de empate com Cuca de Doce de Leite com Baba de Moça, de Maicon Gerker
Disputa acirrada na escolha da cuca vencedora teve o primeiro empate na história do concurso. Evelyn comemora a vitóriaFoto: Luan Martendal / A Notícia

O anúncio da vitória foi feito por volta das 16 horas diante de centenas de pessoas que acompanharam o concurso e, com o resultado, Evelyn levou para casa um troféu e uma TV de LED Full HD 40 polegadas. Emocionada com a conquista, ela destacou o que o marido Jeferson, que adora maçã-verde, foi sua inspiração para que ela criasse a receita campeã. Dona de casa, a detentora da melhor cuca do ano no festival ficou surpresa com a vitória.

— Todas elas (as cucas) eram merecedoras e estou muito orgulhosa, realmente eu não esperava. Acordei tranquila, com o pensamento de que a que ganhasse seria justo porque são todas deliciosas, então ganhar pra mim é só um a mais, é um “plus” — disse ainda emocionada.

A cuca vencedora foi inscrita em maio no Jornal do Almoço, da NSC Joinville, que é responsável pela seleção do Festival de Cucas com a participação de receitas feitas pelos próprios telespectadores do telejornal. A apresentadora Rejane Gambin, que conduziu o concurso e já provou todas as 30 cucas finalistas das cinco edições do evento, destacou a qualidade das criações.

JOINVILLE, SANTA CATARINA, BRASIL (07/07/2018): Final do 5º Festival de Cucas de Joinville
Rejane Gambin apresenta pela quinta vez o concurso diante de centenas de pessoas na praça do Mercado PúblicoFoto: Luan Martendal / A Notícia

— Todos os anos eu me surpreendo com a qualidade e criatividade das receitas que chegam à final do festival. Este ano não foi diferente. Todas muito gostosas. Uma delícia mesmo. É um privilégio fazer parte desse festival como a repórter que mostra como se faz cada receita e, principalmente que pode prová-las saindo do forno — avalia Rejane.

Durante o festival, além da escolha da cuca vencedora em homenagem a delícia da gastronomia alemã, seis padarias e confeitarias da cidade apoiadoras da iniciativa, realizaram a venda de cucas com 10 sabores diferentes - entre elas as finalistas de 2018 e das últimas edições do concurso, ao custo de R$ 15. A festa contou ainda com as apresentações do Grupo Bandoneon e da Banda Identidade Secreta.

Público mostra que a cuca faz parte do patrimônio gastronômico de Joinville

JOINVILLE, SANTA CATARINA, BRASIL (07/07/2018): Final do 5º Festival de Cucas de Joinville. Na foto as amigas Magida Dressel, Inge Karnopp e Aurice Aragão, acompanham o festival.
As amigas Aurice (de roupa branca), Magida (preto e cinza) e Inge (cinza) acompanharam a decisão ao lado do palcoFoto: Luan Martendal / A Notícia

O Festival de Cucas de Joinville serve de inspiração para o público e os admiradores da culinária germânica, que compõe a raiz gastronômica de Joinville. As amigas Aurice Aragão, Magida Dressel e Inge Karnopp, são um exemplo da influência da culinária alemã e também do festival nas cozinhas joinvilenses. Elas acompanham o concurso desde a primeira edição e garantiram um lugar em frente ao palco para acompanhar a apuração que elegeu a melhor cuca de 2018.

— Não perco nenhuma das edições e a primeira cuca que eu fiz foi uma reprodução da vencedora da segunda edição. De lá para cá acompanho sempre — afirmou Aurice.

JOINVILLE, SANTA CATARINA, BRASIL (07/07/2018): Final do 5º Festival de Cucas de Joinville. Família do Boa Vista acompanha o festival
Milton e Marili com a família aproveitaram o evento para tomar café com cuca no momento da decisãoFoto: Luan Martendal / A Notícia

O encontro também foi de aproximação das famílias, que participaram das atrações disponibilizadas para crianças e adultos. Foi o que fez o casal Milton e Marili e outros quatro membros da família, que trocaram o tradicional café com cuca de banana em casa, para provar os diferentes sabores apresentados no festival. Houve ainda quem ganhou ânimo para a disputa do ano que vem.

— Pretendo participar, a minha mãe foi rainha das cucas e aprendi minhas receitas ainda pequena com ela. A melhor leva nata, açúcar e canela — planeja a telespectadora Magida Dressel.

Confira a pontuação de cada finalista:
1º - Cuca de Maçã-verde com Creme de Baunilha, de Evelyn Ferreira (44,8 pontos no desempate com a Cuca de Doce de Leite com Baba de Moça e 44 na decisão com as demais finalistas);
- Cuca de Doce de Leite com Baba de Moça, de Maicon Gerker (41,4 pontos no desempate com a Cuca de Maçã-verde com Creme de Baunilha e 44 na decisão com as demais finalistas);
2º - Cuca de Amora Silvestre, de Djeimes Hoffmann (41 pontos)
3º - Cuca de Amendoim com Doce de Leite, de Daniela Hastreiter (40 pontos)
4º - Cuca de Abacaxi, de Relinde Benkendorf, e Cuca de Damasco com Crocante de Castanha, de Marli Kloczko (38 pontos)

Anote a receita campeã do Festival de Cucas de Joinville:

Ingredientes
Massa
• 1 ovo
• 8 colheres de açúcar
• 2 colheres de sopa de manteiga
• 2 xícaras de farinha de trigo
• 1 pitada de sal
• 2 colheres de sopa de fermento instantâneo
• 1 xícara de leite morno

Creme
• 1 colher de sopa de manteiga
• 1 gema peneirada
• 1 caixa de leite condensado
• 1 colher de chá de essência de baunilha
• 200 ml de leite já com 1 colher de amido de milho dissolvido
• 1 caixa de creme de leite
• 1 pouquinho de cardamomo (lembrando que é preciso abrir e tirar os grãozinhos de dentro)

Compota de maçã-verde
• 5 maçãs-verdes
• 5 estrelinhas de anis
• 5 pimentas jamaica
• 5 cravos
• 50 gramas de açúcar cristal
• 2 colheres de chá de essência de baunilha

Farofa
• 100 gramas de farinha de trigo
• 50 gramas de açúcar cristal
• 100 gramas de manteiga gelada
• 100 gramas de castanha levemente triturada
• Raspas de limão

Modo de fazer
Para preparar a receita, comece pelo creme. Numa panela, misture o leite condensado, a gema peneirada e a manteiga e vá mexendo em fogo baixo. Depois que ferver um pouco, misture o leite já com o amido de milho. Acrescente a baunilha e o cardamomo. Deixe engrossar bem. Desligue o fogo e só em então misture o creme de leite. Reserve.
Para a compota de maçãs, comece descascando as maçãs e picando em fatias. Coloque então numa panela e cubra com água. Depois, ponha a baunilha, as especiarias e o açúcar. Para a farofa, misture a farinha, o açúcar e a manteiga. Depois, coloque a castanha levemente triturada e as raspas de limão. Já para a massa, misture o açúcar, o ovo e a manteiga. Bata bem. Misture depois o sal, a farinha, o leite morno e, por último, o fermento. Coloque então numa fôrma untada. Deixe crescer por meia hora. Depois, é só colocar por cima o creme, a compota de maçãs e, por último a farofa. Leve ao forno preaquecido por 40 minutos a 180 graus.

Relembre as vencedoras de cada edição:
2014 - 1º Festival de Cucas - Asta Hetzer - Cuca de Maçã com Nozes
2015 - 2º Festival de Cucas - Kátia Poffo - Cuca de Abacaxi com Coco
2016 - 3º Festival de Cucas - Lilian Huth - Cuca de Banana com Chocolate
2017 - 4º Festival de Cucas - Jefferson Pitz - Cuca de Amora com Farofa de Granola
2018 – 5º Festival de Cucas – Evelyn Ferreira – Cuca de Maçã-verde com Creme de Baunilha

 
A Notícia
Busca