Acidente de monomotor mata deputado paranaense e mais uma pessoa na divisa entre SC e PR - Geral - A Notícia

Versão mobile

 

Acidente22/07/2018 | 14h58Atualizada em 22/07/2018 | 22h18

Acidente de monomotor mata deputado paranaense e mais uma pessoa na divisa entre SC e PR

Ele e o piloto da aeronave foram localizados perto do rio Iguaçu, na região de Irienópolis; na noite de domingo, o corpo do terceiro passageiro ainda ainda era procurado pelos bombeiros

Acidente de monomotor mata deputado paranaense e mais uma pessoa na divisa entre SC e PR Jair Piloto Nunes/VVale
O avião caiu em uma área de árvores de eucaliptos na zona rural de Paula Freitas (PR) Foto: Jair Piloto Nunes / VVale
A Notícia
A Notícia

Um grave acidente na manhã deste domingo mobilizou as equipes dos bombeiros de Porto União, cidade do planalto Norte de Santa Catarina, e sua vizinha paranaense, União da Vitória. Um avião de pequeno porte caiu na área rural de Paula Freitas, município a 30 quilômetros de União da Vitória, e deixou dois mortos. Um deles é o deputado estadual Bernardo Ribas Carli (PSDB), de Guarapuava.  A outra vítima não foi identificada.

A morte do deputado foi confirmada pela assessoria de imprensa dele, por meio da página oficia do candidato em uma rede social.  Ele estava indo de Guarapuava a União da Vitória para cumprir uma agenda de trabalho. 

A ocorrência foi registrada às 9h30. Segundo testemunhas relataram à Polícia Militar, o avião caiu depois que um forte estouro foi ouvido. Os destroços da aeronave foram localizados perto do Rio Iguaçu, que divide Santa Catarina e o Paraná, e dá acesso à cidade catarinense de Irienópolis. 

À tarde, os bombeiros das duas cidades solicitaram reforços para empreender buscas pela região. Há suspeitas de que havia mais uma pessoa à bordo, que está desaparecida. 

 Acidente com avião tem o deputado Bernardo Ribas Carli (PSDB) como vítima
Bernardo tinha 32 anos e era formado em administraçãoFoto: Pedro de Oliveira / ALEP

Bernardo era filho de Fernando Ribas Carli, que foi prefeito de Guarapuava por três mandatos, além de deputado estadual e federal. Ele ficou como segundo suplente nas eleições de 2010 e foi empossado em abril de 2011, por causa de uma licença médica de 124 dias solicitada por Osmar Bertoldi. 

Desde então, ocupou o cargo quase ininterruptamente até o fim do mandato. Em 2014, foi reeleito como deputado estadual.  O velório de Bernardo será na Prefeitura de Guarapuava em horário ainda a ser confirmado. 

Saiba mais sobre o deputado Bernardo Ribas Carli


 
A Notícia
Busca