Dez motivos para ir à 15ª Feira do Livro de Joinville - Geral - A Notícia

Versão mobile

 

CULTURA08/06/2018 | 09h51Atualizada em 08/06/2018 | 17h27

Dez motivos para ir à 15ª Feira do Livro de Joinville

Evento traz a cidade autores nacionais e inclui venda de obras e vasta programação a partir de hoje

Dez motivos para ir à 15ª Feira do Livro de Joinville Salmo Duarte/A Notícia
Foto: Salmo Duarte / A Notícia

1- Walcyr Carrasco

O autor, mais conhecido por suas novelas bem humoradas exibidas pela Rede Globo, participou pela primeira vez da Feira do Livro no ano passado e foi um sucesso. Por isso, retorna agora como homenageado do evento em joinville. Aos 66 anos, Walcyr tem 17 novelas no currículo ? entre elas, alguns dos maiores sucessos de audiência da TV brasileira, como Verdades Secretas, Êta Mundo Bom!, Amor à Vida e Chocolate com Pimenta ?, e dezenas de livros publicados, de infantis a romances. É também cronista da Revista Época, depois de 15 anos publicando crônicas na Revista Veja SP.

Quando: 

Hoje

15h: Encontro com Walcyr Carrasco (Palco principal)

19h: Solenidade de abertura e homenagem ao autor Walcyr Carrasco (Palco principal)

Amanhã

17h30min: Bate-papo com Walcyr Carrasco e sessão de autógrafos (Teatro Juarez Machado)

2- Conceição Evaristo

 Conceição Evaristo está entre as atrações da edição de 2017 da Feira do Livro de Joinville.
Foto: Divulgação / Divulgação

Mestra em Literatura pela PUCRJ e doutora em Literatura Comparada pela UFF (Universidade Federal Fluminense), Conceição é poetisa, romancista e ensaísta. Seu primeiro livro, Ponciá Vivêncio, foi traduzido nos EUA, França e México. Ela é considerada um dos maiores expoentes da literatura nacional atualmente e vem a Joinville para discutir questões de raça e gênero a partir de perguntas como "existe uma escrita dos negros?" e "que histórias os negros têm para contar?'

Quando:

12 de junho

19h: Palestra: Existe uma "escrita dos negros?", com Conceição Evaristo (Palco principal)

13 de junho

9h15min: Encontro com a Autora: Que histórias os negros têm para contar?, com Conceição Evaristo (Palco principal)

10h: Sessão de Autógrafos, com Conceição Evaristo e Eduardo Nunes da Silva (Praça de autógrafos)

3- Pedro Bandeira

 JOINVILLE ,SC, BRASIL , 11-04-2014:  Pedro Bandeira escritor de livro infanto Juvenis. (Foto: Rodrigo Philipps / Agencia RBS , VARIEDADES)
Foto: Rodrigo Philipps / Agencia RBS

Famoso por livros infantojuvenis que atravessaram décadas, Pedro Bandeira estará na Feira do Livro para contar sua trajetória como escritor e debater sobre a escrita para adolescentes e adultos. Suas obras mais famosas são a coleção dos Karas, iniciada com A Droga da Obediência e O Fantástico Mistério de Feiurinha.

Quando:

15 de junho

15h30min: Encontro com o Autor: "Por que deixei o teatro para escrever para crianças e jovens", com Pedro Bandeira (Palco principal)

19h30min: Depoimento: De Leitor a escritor, dos livros infantojuvenis aos de adulto, com Pedro Bandeira (Palco principal)

16 de junho

9h30min: Poesias de Pedro Bandeira: Projeto Pé de Livro ? Instituto Priscilla Zanetti (Palco principal)

10h: Bate-papo e sessão de autógrafos, com Pedro Bandeira

4- Marina Colasanti

escritora marina colasanti
Foto: Divulgação / Divulgação

É uma das mais premiadas escritoras brasileiras: só em Prêmio Jabuti foram oito vezes, além do Grande Prêmio da Crítica da APCA, de Melhor Livro do Ano da Câmara Brasileira do Livro, de dois prêmios latino-americanos e de 14 selos de "Altamente Recomendável" da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil. Ela vem para conversar com estudantes na manhã de segunda-feira, 11, e conversar sobre a voz feminina na literatura.

Quando:

Segunda-feira, 11 de junho

9h - Encontro com a Autora: "Minhas histórias vêm de longe para encontrar vocês", com Marina Colasanti (Palco principal)

10h - Sessão de autógrafos, com Marina Colasanti, Mary França e Eliardo França (Praça de autógrafos)

19h-21h -Palestra: "Existe uma escrita feminina", com Marina Colasanti (Palco principal)

5- Monja Coen

 Ela é bem conhecida por seus ensinamentos e inclusive já fez palestra na Expogestão, aqui em Joinville. Eu estou falando da monja Coen Roshi, que hoje volta à nossa cidade, desta vez para uma palestra aberta ao público e que tem como tema Elas & Eles ¿ o empoderamento do bem. Pelas palavras dela: Convido você a refletir comigo sobre meios hábeis que podemos cultivar para que o bem readquira poder em nossas vidas. O evento está marcado para começar às 19h30 e acontece no Garten Shopping. Para quem não conhece muito sobre ela, vale ressaltar que a monja Coen Roshi é missionária oficial da tradição Soto Shu do zen-budismo e primaz fundadora da Comunidade Zen-budista Zendo Brasil. Ela foi ordenada monja em 1983 e desde então participa de diversas atividades públicas, incluindo encontros inter-religiosos, buscando promover o princípio da não violência ativa e da cultura de paz. Além disso, é autora de vários livros, como  Viva Zen e a A sabedoria da transformação.
Foto: Divulgação / Divulgação

Uma das líderes espirituais mais requisitadas para palestras no país, Cláudia Dias Baptista, conhecida como Monja Coen, vem a Joinville para apresentar seu novo livro e oferecer a palestra ?O Sofrimento é Opcional?. Para assistir à palestra, basta comprar um exemplar de um dos livros da autora na Feira do Livro de Joinville: com a obra, haverá o convite para a palestra. Entre suas obras estão Viva Zen, A Sabedoria da Transformação, e Zen para distraídos.

Quando:

12 de junho

19h30min: Palestra "O sofrimento é opcional", com Monja Coen - ABRH (Teatro Juarez Machado)

6- Bate-papo sobre cultura Geek

 Chicolam está entre as atrações da edição de 2017 da Feira do Livro de Joinville.
Foto: Divulgação / Divulgação

Os fãs de jogos eletrônicos ou de tabuleiro, HQs, animações e séries "nerds" podem se programar para prestigiar o 2o bate-papo sobre a cultura Geek de Literaturas, Quadrinhos, Cinema, Animação e Games. Na programação há Oficina de Quadrinhos, com Chicolam (foto), uma Mostra de Animação Joinvilense, o 1o concurso de Cosplay da Feira e o lançamento com sessão de autógrafos do livro Menino Caranguejo ? dez anos de quadrinhos, 20 anos de história, de autoria de Chicolam. Na mesa- redonda estarão Brian Hagemann (cineasta e professor), Letícia Ribas (professora e historiadora), Nielson Modro (professor e escritor), Rubens Herbst (jornalista de cultura), Cleiton Schier, Irmãos Feitosa, Jan Oliveira, Anne Winter e Paulo Sergio Jindelt (ilustradores e designers).

7- Desfile de moda: Movimentos em Fragmentos

Um desfile temático homenageará Joinville e os 15 dias da Feira do Livro. Intitulado "Movimentos em Fragmentos", o evento é preparado pelos alunos e professores do curso de moda do Senai, com a coordenação de Simone Brandão. O objetivo é gerar um diálogo entre literatura e moda.

Quando: Sábado, 9 de junho, às 18h


8- Apresentações teatrais Fragmentos

A Cia de Teatro do Colégio Univille preparou uma apresentação especial para homenagear o escritor Walcyr Carrasco, com o espetáculo O Menino Narigudo. O texto fala de um herói romântico do século 17 de nariz avantajado e alma poética. No mesmo dia, a Companhia de Teatro da Univille apresenta Aquele que Diz Sim, Aquele que Diz Não, de Bertold Brecht.

Quando:

9 de junho, no Teatro Juarez Machado.

O Menino Narigudo, às 16h

Aquele que Diz Sim, Aquele que Diz Não, às 18h

9- Para conhecer novos  autores

Durante toda a Feira, além dos escritores famosos nacionalmente, haverá momentos para sentar e conversar com autores de Joinville e região, que farão sessões de autógrafos em vários horários. Autores que são referência em suas áreas mas ainda não têm nomes populares também participam de palestras, debates e sessões de autógrafos. Entre eles estão Leo Cunha, autor de mais de 40 obras infantis e juvenis; Miano, escritora romancista franco-camaronesa que virá da França para mostrar suas importantes e mais recentes obras; Mary e Eliardo França, casal de escritores mineiros que tem mais de 300 livros infantis publicados; e os jornalistas Vladimir Netto e Matheus Leitão, filhos de Miriam Leitão. Eles estarão no evento para um bate-papo sobre jornalismo e política com o colunista Moacir Pereira, do Diário Catarinense.

10- Oficinas gratuitas

Haverá oficinas gratuitos acontecendo em diversos momentos do evento, sempre sob a perspectiva do fazer literário criativo. Uma das novidades desta edição é a oficina Bordando Letras, que será realizada pela Döhler. A oficina contará com poesias da obra "A Moça Tecelã", tecida pelas palavras mágicas de  Marina Colasanti. A Unisociesc também estará presente com as oficinas Novas Tendências Pedagógicas, Jogos Didáticos e Construtores de Habilidades. Celso Sisto irá participar ministrando oficinas de Contação de História, e o professor, designer e quadrinista ChicoLam será o responsável pela Oficina de Quadrinhos.k

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJEC/Krona tenta quebrar série de derrotas na Liga neste domingo https://t.co/fzPBwQ6aK4 #LeianoANhá 3 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaConheça os joinvilenses que guardam verdadeiros patrimônios ferroviários em miniatura https://t.co/XxtEsbPGi2 #LeianoANhá 4 horas Retweet
A Notícia
Busca