Atraso na obra de duplicação da BR-280 impacta na economia de Santa Catarina - Geral - A Notícia

Versão mobile

 

 

Dez anos da promessa04/05/2018 | 09h08Atualizada em 04/05/2018 | 09h55

Atraso na obra de duplicação da BR-280 impacta na economia de Santa Catarina

 Rodovia dá acesso a um dos principais portos de Santa Catarina, o de São Francisco do Sul

Atraso na obra de duplicação da BR-280 impacta na economia de Santa Catarina Salmo Duarte/A Notícia
Foto: Salmo Duarte / A Notícia

 A duplicação da BR-280 é o principal acesso a um dos principais portos de Santa Catarina, o de São Francisco do Sul. As longas filas e o trânsito caótico impactam também na economia da região, já que muitas empresas deixam de utilizar a unidade por causa dos percalços do trajeto. De acordo com o presidente da Associação Empresarial de Joinville (Acij), Moacir Tomazi, a demora na duplicação representa prejuízo para os municípios e para as empresas.

- Perde o turismo, perde a economia, perdem-se vidas. O prejuízo é muito grande para as pessoas e para a economia da região - defende Tomazi.

Ele explica ainda que algumas empresas de Joinville e região deixam de utilizar o terminal por causa da dificuldade do acesso. Em troca, despacham as mercadorias em Itajaí ou Navegantes. Isso gera um custo maior aos negócios e também perda financeira para o porto. Para Ederaldo Brito da Maia, presidente em exercício da Associação Empresarial de Araquari (Aciaa), além destes prejuízos, há outras perdas que poderão ocorrer a médio e longo prazo.

- Acredito que se a duplicação demorar muito mais tempo para sair, iremos nos preocupar com os impactos a médio prazo, como os investimentos que deixarão de vir aqui para a nossa região por causa da dificuldade em transitar na rodovia - afirma Maia.

Após uma década de espera, obra pela duplicação da BR-280 tem poucos avanços

Trabalho no lote 1 da BR-280 está previsto para começar neste mês

Duplicação da BR-280 ajudaria na redução da violência no trânsito

 SÃO FRANCISCO DO SUL,01-05-2018.Promessa de duplicação da Br 280.(Foto:Salmo Duarte/A Notícia)Indexador: Maykon Lammerhirt
Foto: Salmo Duarte / A Notícia

Reflexo na saúde dos moradores

Para Ederaldo, o prejuízo vai além das finanças das empresas e da incerteza quanto aos investimentos. As filas e o trânsito, principalmente durante o veraneio, geram um problema de saúde à população, já que muitas pessoas que moram em Araquari enfrentam o estresse ao trafegar na estrada quase todos os dias ou acidentes diários.

Anselmo Ramos, presidente da Associação Empresarial de Jaraguá do Sul, defende que a duplicação da BR-280 representa muito para a economia e também para a população da região. Cerca de 40% do que Santa Catarina envia para o mercado externo, segundo Ramos, passa pela região cortada pela rodovia. Ele aponta que a execução da obra deveria ser prioridade.

Além disso, o trajeto ainda é importante para o desenvolvimento social das pessoas no entorno da rodovia, que são beneficiadas diretamente pela agroindústria, pela indústria de transformação, pelo comércio e serviços. Para ele, a demora na execução da obra reflete a falta de planejamento do governo federal em relação às prioridades do país.

- Há uma incapacidade de canalizar os recursos disponíveis de maneira assertiva a investimentos relevantes para que a produção brasileira avance de fato e contribua para uma plena retomada da economia e leve a um desenvolvimento econômico e social com sustentabilidade - argumenta Ramos.

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJEC comunica rescisão de contrato com zagueiro https://t.co/M2R08TGRGQ #LeianoANhá 9 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaCampanha de vacinação contra a gripe será encerrada no dia 30 de maio em Joinville https://t.co/VwK5fuygUH #LeianoANhá 25 minutosRetweet
A Notícia
Busca