Divulgado nome de motorista morto em colisão entre ônibus e caminhão em Garuva - Geral - A Notícia

Versão mobile

 

 

Acidente29/04/2018 | 15h11Atualizada em 29/04/2018 | 15h47

Divulgado nome de motorista morto em colisão entre ônibus e caminhão em Garuva

José de Souza tinha 53 anos e residia em Curitiba (PR); Outras 17 pessoas ficaram feridas

Divulgado nome de motorista morto em colisão entre ônibus e caminhão em Garuva Salmo Duarte/A Notícia
Ônibus foi colocado no estacionamento da PRF, em Pirabeiraba, para resguardar o pertence das vítimas Foto: Salmo Duarte / A Notícia

A empresa Real Expresso, operadora do ônibus que colidiu contra um caminhão na manhã deste domingo (29) em Garuva, no Norte Catarinense, divulgou a identidade do motorista morto no acidente. José de Souza, de 53 anos, era motorista da prestadora de serviços rodoviários há cerca de seis anos e residia em Curitiba (PR), onde será sepultado. Além do motorista, ao menos 17 passageiros ficaram feridos.

O ônibus fazia a linha Porto Alegre/Brasília e seguia sentido Paraná no Km 12,9 da BR-101, quando bateu na traseira de um caminhão com placas de Embu das Artes (SP), carregado com bobinas de aço. A colisão ocorreu por volta das 5h20 em uma reta e, conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), haviam 20 pessoas dentro do coletivo no momento da colisão, sendo que sete delas iniciaram viagem em Florianópolis. Também na capital catarinense houve uma troca de motoristas, na qual José embarcou e seguiria no comando do coletivo até Curitiba.

José de Souza morreu no local do acidente e foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), enquanto os passageiros feridos foram retirados pelas janelas, que foram quebradas para que os socorristas acessassem o interior do veículo. Equipes ambulatoriais da Autopista Litoral Sul e dos bombeiros fizeram o translado dos atingidos para os hospitais São José, Infantil e Regional, em Joinville. A maioria teve ferimentos leves, já o motorista do caminhão não se feriu.

 JOINVILLE,SC,BRASIL,29-04-2018.Acidente envolvendo um ônibas da Real Express e um caminhão deixa pelo menos 17 pessoas feridas e um em óbito.(Foto:Salmo Duarte/A Notícia)Indexador: Maykon Lammerhirt
Frente do coletivo ficou destruída com o impacto da colisãoFoto: Salmo Duarte / A Notícia

Gilberto Lago, gerente de operações da Real Expresso, informou que este foi o primeiro acidente com vítima fatal na qual a empresa se envolveu e que todo apoio está sendo prestado à família do motorista e também aos passageiros. Ele esteve pessoalmente na unidade da PRF às 14h, no km 26 em Pirabeiraba - onde o ônibus foi resguardado -para liberar a bagagem dos ocupantes.

Lago explicou ainda que alguns dos usuários do coletivo já tiveram alta neste domingo e, parte deles aguardava receber os itens pessoais para seguir viagem. Outros, no entanto, preferiram ficar acomodados em hotéis para dar sequência ao trajeto em outro momento.

Um guincho era esperado ainda na tarde de domingo para rebocar o ônibus a pedido da companhia. A empresa informou ainda que uma passagem aérea foi disponibilizada ao filho do motorista, que mora em Goiânia, até Curitiba, para que ele possa se despedir do pai.

Acidente bloqueou o trânsito

Acidente ocorreu no Km 12, em Garuva, no sentido Paraná
Acidente ocorreu no Km 12, em Garuva, no sentido Paraná.Foto: PRF / Divulgação

De acordo com a AutoPista Litoral Sul, concessionária responsável pela rodovia, um congestionamento de aproximadamente três quilômetros formou-se no sentido Norte, já que o trânsito fluiu em apenas uma faixa por aproximadamente quatro horas.

 
A Notícia
Busca